Athlete interview:

Michelle Marciniak

  • Compartilhar

Co-Founder & Co-CEO, SHEEX, Inc.

Cofundadora e Co-CEO, SHEEX, Inc.


Q

As a kid, what made you choose basketball?

Quando era menina, o que a fez escolher o basquete?

 

I think it chose me. Nobody had to tell me to practice basketball. Nobody told me to go outside and play before dinner, before school, during lunchtime, after dinner, underneath the spot light, in the pitch dark, in the snow with gloves on.

Acho que foi o basquete que me escolheu. Ninguém teve de me mandar jogar basquete. Ninguém me dizia para ir lá fora e jogar antes do jantar, antes da escola, durante a hora do almoço, depois do jantar, debaixo do refletor, no escuro e na neve.

Q

What are the qualities that enabled you to become the MVP of a national championship team with the University of Tennessee Lady Vols and are these skills transferable to business?

Quais são as qualidades que lhe permitiram ser a jogadora mais valiosa de uma equipe do campeonato norte-americano com a Lady Vols da Universidade do Tennessee? Essas qualidades são transferíveis para os negócios?

 

Absolutely. I was extremely confident as a player, and I had a mental toughness that got me through certain milestones on the basketball court. It’s the same for an entrepreneur. The amount of risk you take as an entrepreneur is huge; you put yourself out there telling the world that you’ve invented something that no one else has before. I believe in my business, I believe in my vision, and I’m going to do everything possible that I can to make this venture become a success. In sports, you wake up every day and have to get better and you have to make your team better, and I believe that mentality is very important in business. You have to build a cast around you that makes your organization a success. Another thing I learned as a player, and I apply to my life today, is how to re-set. And that just means that you don’t get to play yesterday over again. You need to have the ability to make sure whatever mistakes you made yesterday, you don’t make them again today.

Totalmente. Como jogadora, era extremamente confiante, e tinha uma resistência mental que me fez atingir determinados marcos na quadra de basquete. É a mesma coisa para uma empreendedora. A dose de risco que você assume como empreendedora é enorme; você se coloca lá fora, dizendo ao mundo que inventou algo que ninguém pensou antes. Acredito no meu negócio, acredito na minha visão e vou fazer o que for possível para que esse empreendimento seja um sucesso.

No esporte, você acorda todos os dias e precisa melhorar e fazer com que o seu time melhore. E acredito que, mentalmente, isso também é muito importante para os negócios. Você precisa construir uma equipe ao seu redor que torne a sua organização um sucesso. Outra coisa que aprendi como jogadora, e que aplico à minha vida hoje, é a capacidade de readequação. E isso simplesmente significa que não dá para jogar novamente a partida de ontem. É preciso ter a certeza de que, hoje, você não vai cometer de novo os mesmos erros do passado.

Q

Tell us about your company, SHEEX.

Conte-nos sobre a sua empresa, a SHEEX.

 

SHEEX, Inc. was founded in 2007 to create bedding and sleepwear products inspired by and crafted from the most advanced athletic performance fabrics. SHEEX is the first mover in pioneering the “Performance Home” category, which resonates with consumers for the same reason that athletes made the switch from cotton to technical performance fabrics, to keep you cool, dry, and comfortable. SHEEX fabrics are ideal for the sleep environment because we are utilizing cutting-edge fabric technology and patent-pending production methods to create bedding and sleepwear that regulates body temperature, breathes better and transfers body heat more effectively compared to traditional cotton bed sheets and sleepwear, while also wicking moisture and drying fast. SHEEX products are sold nationwide in the USA in over 835 Bed Bath & Beyond stores, 220 Brookstone stores, over 400 Select Comfort stores and many specialty stores, as well as direct to consumer online.

A SHEEX Inc. foi fundada em 2007, para criar produtos relacionados a roupas de cama e de dormir inspirados nos mais avançados tecidos de desempenho esportivo e fabricados com esses materiais. A SHEEX é pioneira na categoria “Performance Home”, que faz sucesso entre os consumidores pelo mesmo motivo que fez com que os atletas trocassem o algodão por tecidos de desempenho técnico, para se manterem frescos, secos e confortáveis.

Os tecidos SHEEX são ideais para o ambiente de dormir porque utilizamos tecidos com tecnologia de ponta e métodos de produção com patente pendente, para criar roupas de dormir e de cama que regulem a temperatura corporal, que respirem melhor e que transfiram o calor do corpo de forma mais eficaz em comparação aos lençóis e roupas de dormir de algodão tradicionais, além de também absorver a umidade e secar rápido. Os produtos SHEEX são vendidos nacionalmente nos EUA em mais de 835 lojas da Bed Bath & Beyond, 220 lojas da Brookstone, mais de 400 lojas da Select Comfort e muitas lojas especializadas, além de diretamente ao consumidor virtual.

Q

How has being an elite athlete helped or hindered you in raising capital for your business?

Como ser uma atleta de elite ajudou ou impediu você de levantar capital para seu negócio?

 

II’d say it helped tremendously. There’s a certain amount of humility that you have to have as an athlete, and a certain amount of confidence. If you’re not balanced in those 2 areas, you’re gonna fall flat on your face. As an athlete, the moment you start believing you’re as good as you are, is the moment you’re about to fail. The same lesson holds true in the business world.

Eu diria que ajudou tremendamente. Há uma certa dose de humildade que se deve ter como atleta, e uma certa dose de confiança. Se você não tiver equilíbrio nessas duas áreas, vai dar de cara no chão. Como atleta, o momento em que você passa a acreditar que é tão boa quanto imagina é o momento em que está prestes a fracassar. A mesma lição serve para o mundo dos negócios.

Q

As a lifelong elite athlete, what was that kind of humility like?

Como atleta de elite durante muito tempo, como era esse tipo de humildade?

 

You step into the business world as an entrepreneur and you feel like you are a freshman all over again.... You’ve never played basketball before. The learning curve is tremendous and you understand you must transfer the skils that made you successful as an athlete. What sport teaches you is that if you’re willing to take the meetings, and network, and become a sponge, and commit to something every single day, then yes, you will become a successful entrepreneur.

Você entra para o mundo dos negócios como uma empreendedora e sente que é uma principiante de novo... Você nunca jogou basquete antes. A curva de aprendizado é tremenda, e você compreende que precisa transferir para esse novo mundo as habilidades que a fizeram bem-sucedida como atleta. O que o esporte ensina é que, se você está disposta a fazer as reuniões, o networking e absorver tudo, além de se comprometer com algo todo dia, então, sim, você vai se tornar uma empreendedora bem-sucedida.

Q

So it’s ok to ask for help?

Então, não há problema em pedir ajuda?

 

Oh yes, you better ask because that’s how you’re going to learn. No question is stupid. If we run into a wall, we go over it. There’s not one meeting that we don’t take as entrepreneurs. There’s not one flight we don’t take to meet someone. You do everything and anything possible to drive your business forward.

Ah, sim, é melhor perguntar, porque é assim que se aprende. Não existem perguntas tolas. Se há um muro à nossa frente, damos a volta. Não há reunião que não encaremos como empreendedoras. Não há voo que não peguemos para nos reunir com alguém. Você faz tudo o que estiver ao seu alcance para que o seu negócio progrida.

Q

Why do you think the Women Athletes Business Network is important today?

Por que você acha que a Rede Global de Liderança de Atletas Femininas é importante atualmente?

 

I think the Women Athletes Business Network is vital to establishing the networking necessary to take elite athletes and give them a bridge to senior level executive women who have been there. It is important for these leading global businesswomen to leave the ladder down and make sure that they are continually reaching out and pulling athletes up. Despite the self-confidence, achievement and resourcefulness these athletes already possess through sport, it’s natural to fear what you don’t know because you haven’t had the training. These elite athletes just need someone to guide them to the starting line.

Acho que a Rede Global de Liderança de Atletas Femininas é vital para estabelecer o networking necessário para proporcionar às atletas de elite uma ponte até as executivas de nível sênior que já tenham passado por aquilo.

É importante que essas líderes globais de negócios mantenham a escada ao alcance das atletas e se certifiquem de que estejam continuamente estendendo os braços para estas e as ajudem a subir os degraus rumo ao sucesso. Apesar da autoconfiança, das conquistas e da habilidade que essas atletas já possuem por conta do esporte, é natural temer o desconhecido por não ter tido o treinamento necessário. Essas atletas de elite só precisam de alguém que as direcione até a linha de largada.


The views of third parties set out in this publication are not necessarily the views of EY. Moreover, the views should be seen in the context of the time they were expressed.

As opiniões de terceiros emitidas nesta publicação não refletem necessariamente as opiniões da EY. Além disso, as opiniões devem ser vistas no contexto do período em que foram emitidas.

Michelle Marciniak, US

Michelle Marciniak, EUA

Athlete interview:

Entrevista com a atleta: