Athlete interview:

Tanni Grey-Thompson

  • Compartilhar

Baroness, parliamentarian and television presenter

Baronesa, parlamentar e apresentadora de televisão

  • Full name is Carys Davina “Tanni” Grey-Thompson, Baroness, DBE
  • Welsh former wheelchair racer born with spina bifida and considered one of the most successful disabled athletes in the UK
  • Has a BA in Politics and Social Administration (Hons) from Loughborough University (1991)
  • Won a total of 16 Paralympic medals, including 11 gold medals
  • Holds more than 30 world records
  • Won the London Marathon six times between 1992 and 2002
  • Seu nome completo é Carys Davina “Tanni” Grey-Thompson, Baronesa, DBE (Dame Commander of the Most Excellent Order of the British Empire – título da corte inglesa).
  • Galesa, a ex-corredora em cadeira de rodas nasceu com espinha bífida e é considerada uma das atletas deficientes mais bem sucedidas no Reino Unido.
  • É bacharel em Política e Administração Social (Hons) pela Universidade Loughborough, 1991
  • Ganhou um total de 16 medalhas paraolímpicas, incluindo 11 medalhas de ouro
  • Possui mais de 30 recordes mundiais
  • Venceu a Maratona de Londres seis vezes entre 1992 e 2002

Q

What are your responsibilities in the House of Lords as a Cross Bench Peer?

Quais são as suas responsabilidades na Câmara dos Lordes?

 

It’s actually literally the same as being a Senator, except we don’t get paid. It’s very traditional. You get appointed to the House of Lords, so it is for life. We oversee legislation for anything that comes; it has to come through us.

I’ve always been interested in the politics of sports and women. Here, I do a lot of disability rights legislation, a lot around women in work, and women in pensions.

É, na verdade, exatamente o mesmo que ser um Senador, com a diferença de não haver pagamento. É algo muito tradicional e, como nomeado para a Câmara dos Lordes, você não tem um cargo vitalício. Entre as funções que precisamos desempenhar, está a supervisão do cumprimento da legislação sobre todas as questões que chegam. 

Sempre me interessei por política voltada aos esportes e direitos das mulheres. Na câmara dos Lordes, legislo sobre vários direitos das pessoas com deficiências, sobre os direitos da mulher no trabalho e beneficiárias pensionistas.

Q

What was it like the first time you opened your mouth in the House of Lords?

Como se sentiu na primeira vez em que falou na Câmara dos Lordes?

 

Terrifying.

Fiquei apavorada!

Q

Was it scarier than lining up at the start line at the Paralympics Games?

Deu mais medo do que se posicionar na linha de largada nos Jogos Paralímpicos?

 

Yeah, big time.

Sim, com certeza. Foi um grande momento.

Q

Describe the difference.

Qual foi a diferença?

 

It’s really similar actually. In sport, you have all these different call rooms and then you get to the track and you’ve got the clock counting. Here we have a list of speakers, the order that you speak in, and you kind of sit and watch everyone do their thing, and you know it gets closer and closer to you. And, it’s really scary.

And then the second time you do it, it’s not so bad. And then the third time, it’s not so bad. So it gets easier, which is good actually because in sport it never got any easier. Sport taught me never to be afraid to try, and that’s a skill that I have there now.

A situação é muito parecida, na verdade. No esporte, temos todas aquelas salas de chamadas, para em seguida chegar à pista e então começar a contagem do cronômetro. Aqui, na Câmara, temos a lista dos oradores, a sequência em que iremos discursar, e aí você se senta e observa os acontecimentos, sabendo que o momento de falar se aproxima cada vez mais. É assustador.

Mas, na segunda e terceira vezes que se passa por isso, não é mais tão ruim. O que é ótimo! Ao contrário, no esporte as coisas nunca ficam mais fáceis. O esporte me ensinou a nunca ter medo de tentar, e essa é uma habilidade que utilizo agora na Câmara dos Lordes.

Q

Are you able to help elite athletes transition from retirement to a second career?

Você se sente apta a ajudar os atletas de elite a fazer a transição da aposentadoria para uma segunda carreira?

 

I don’t think a lot of government bodies are great at helping their athletes transition out of sport. But I’m involved in things outside of government because it’s sort of a soapbox of mine.

I was really lucky that I knew what I wanted to do after sport. I was educated, I went to university, I had a lot of work experience.

I look at a lot of our female athletes leaving sport now, and it hasn’t gotten any better for the vast majority of them. So, I do quite a lot with the Women’s Sport and Fitness Foundation. I oversee one of their commissions, which looks at sponsorships, media coverage of women in sports, and leadership.

There’s no doubt that being a Baroness helps me do that. Having a title means that you have a bigger platform to get things accomplished.

Acredito que poucos órgãos do governo estão realmente bem preparados quando se trata de ajudar seus atletas na transição para a vida pós-esporte. Mas estou envolvida em algumas atividades fora do governo, como se fossem uma espécie de palanque independente.

Eu tive muita sorte em saber exatamente o que eu queria fazer após o esporte. Eu estudei, me formei na universidade e acumulei muita experiência de trabalho.

Eu olho para muitas atletas que deixaram o esporte hoje e vejo que a situação para a maior parte delas não está melhor. Por isso, procuro fazer mais por meio do Women’s Sport and Fitness Foundation (fundação para mulheres, voltada à aptidão física e esportes). Supervisiono uma de suas comissões, que busca patrocínios, cobertura da mídia para os esportes femininos e também lideranças.

Não há dúvidas de que ser uma baronesa ajuda. Possuir um título significa ter uma plataforma maior para mais realizações.

Q

What tangible advice can you give to an Olympian who will be competing in Rio and preparing for life after the Olympic Games?

Que conselho concreto você pode dar a um atleta olímpico que estará competindo no Rio 2016 e se preparando para a vida pós-Olimpíada?

 

I think you have to start planning for your retirement when you’re 18. Most young athletes think their career is going to be really long, and actually if you’re lucky, it’ll be 12 to 15 years.

I was thinking about retirement when I was at university. If I was home in the winter, I got some part-time jobs. I sat on different boards. I applied to do a lot of different things so that I knew the stuff that I didn’t want to do.

It was really helpful because when you retire, you get all these opportunities thrown at you, and you think you have to do everything you’re offered.

I also had a plan for “de-training,” and that was good actually. I didn’t just suddenly stop.

The thing I miss about sports are the people I trained with, so you know, I made sure that I still went to races, still saw friends; but that takes time. Some people want to stop and never go to their sport again. That wasn’t me.

Penso que devemos começar a planejar nossas aposentadorias já com dezoito anos de idade. A maioria dos jovens atletas acredita que suas carreiras serão realmente longas. Se tiverem mesmo sorte, esse tempo poderá ser em torno de 12 a 15 anos.

Eu já pensava em aposentadoria quando estava na universidade. Se estivesse em casa no inverno, procuraria algum emprego de meio período. Participava de diferentes setores. Eu me candidatei a diversas atividades para que pudesse ter certeza sobre o que queria ou não fazer. Foi muito útil, porque quando você se aposenta, muitas oportunidades aparecem, e você acredita que deve aceitar tudo o que lhe oferecem.

Eu tinha também um plano para ‘destreinamento’, isto é, para diminuir o ritmo de treinamentos, e isso foi muito bom. Não parei de repente.

O que mais sinto falta em relação aos esportes são as pessoas com as quais eu treinava. Por isso, eu me comprometi a ir às corridas, assisti-las e sair com os amigos; mas isso toma tempo. Algumas pessoas querem parar e nunca mais voltar ao esporte que praticavam antes. Eu não sou assim.

Q

How were you able to balance competing at the World Championship and Olympic level and doing anything else?

Como você conseguia equilibrar a participação em campeonatos mundiais e Olimpíadas com outras atividades?

 

It’s recognizing you can work part-time a couple of mornings a week, and you can simply just read.

Reading is so important — to have something different to talk about beyond how many reps you did in the gym.

When you go to dinners, you’re very rarely sitting next to someone who is in your sport that can talk about that stuff. So you need to be aware of what’s going on in the world. It’s a bit like training. You have to do it every day.

Ao perceber que é possível trabalhar durante meio período alguns dias por semana. E que é possível simplesmente sentar-se para ler. Ler é tão importante – ter assuntos diferentes para conversar além das muitas repetições que você faz diariamente nos clubes.

Quando vai a jantares, você raramente só se senta com outros atletas, que ficam falando de esportes com você. Por essa razão, é preciso saber o que está acontecendo no mundo. É um pouco como treinar. É preciso fazer isso todos os dias.

Q

You do a lot of mentoring. What kinds of questions do you hear the most from young athletes?

Você atua em diversos processos de aconselhamento que envolvem jovens atletas. Sobre o que vocês mais conversam?

 

I’m not sure athletes are thinking about their retirement anymore. It’s me who brings it up with them rather than them bringing it up with me. Have you thought about your pension? Have you paid your tax?

My dad used to say any idiot can spend money, and that’s true. For me, it was just about making sure we had enough to tide us over in that first 18 months so I wouldn’t panic. And that’s really important because you can still keep trying things and see what you like and don't like.

I say to athletes all the time, try stuff when you’re competing. And save your money.

Eu não tenho certeza se os atletas já estão pensando em suas aposentadorias - tenho a impressão que sou eu quem leva esse assunto a eles. "Você já pensou sobre sua aposentadoria?" Meu pai costumava dizer que qualquer um consegue gastar dinheiro, e isso é verdade. Para mim, na época, ter dinheiro significava ter o suficiente para nos garantir nos primeiros 18 meses, então eu não entrava em pânico. E isso é realmente importante, porque assim você ainda pode continuar tentando coisas diferentes e analisar o que gosta ou não. Eu digo aos atletas o tempo todo: "tentem coisas diferentes quando estão competindo. E economizem dinheiro!"

Q

When you meet an athlete now, what makes you think, “Wow, this kid really has something …”

Quando você conhece um atleta, o que faz você pensar: “Nossa, essa pessoa realmente tem algo a mais…”

 

Yeah, it’s not always based on talent at that moment in time, but it’s about what you can see in their eyes, it’s how much they want to do it. And as soon as you get a young person saying, “Oh, do I have to?” or “I’m not sure,” it makes me think twice.

You can’t just wait for things to happen. You have to create your own destiny. I think whatever it is, whether it’s sports or work, you have to want it, you’ve got to want it bad, and you’ve got to want to make choices.

Bem, não é sempre baseado no talento mostrado naquele exato momento, mas é sobre o que você consegue ver em seus olhos: é o quanto eles se dedicam àquilo. E, assim que escuto um jovem dizendo “Ah, eu tenho mesmo que fazer isso?” ou “Eu não tenho certeza”, penso duas vezes. Você não pode simplesmente esperar que as coisas aconteçam. Você precisa criar seu próprio destino. Acredito que, o que for, seja esporte ou trabalho, você tem de querer - e querer muito! -, e fazer as escolhas certas. 

Q

Can you tell us a little bit about your childhood? You were born with spina bifida. Did that present limitations?

Você pode nos contar um pouco sobre sua infância? Você nasceu com espinha bífida. Isso trouxe limitações?

 

It wasn’t difficult. I could walk until I was seven and then became paralyzed that year. Growing up, my parents just didn’t allow people to discriminate against me.

That was at a time when education was completely segregated. You didn’t see disabled people in the streets or in schools, and my parents pushed against that and got me into a really good school.

That is why I am passionate about education. My parents fought very hard to make sure I was protected.

Não foi difícil. Eu pude caminhar até os sete anos de idade, quando fiquei paralítica. Enquanto crescia, meus pais não permitiam que as pessoas tivessem qualquer tipo de discriminação. Isso aconteceu em um tempo quando a educação era completamente segregada. Você não via pessoas com deficiência nas ruas ou nas escolas. Meus pais persistiram e me colocaram em uma escola realmente boa. É por essa razão que sou apaixonada por educação. Meus pais lutaram muito para ter certeza de que eu estaria protegida.

Q

How did you get involved in sports at that time?

Como você se envolveu em esportes nessa época?

 

At the beginning, it was just about being fit and healthy. Britain is a really old country with lots of inaccessible places, so if I had to go somewhere, I had to climb out of my chair and drag my chair up the steps because there was no lift.

In the beginning, it wasn’t about my being an athlete; it was about living in a country which is really rubbish for access for people with disabilities.

No início, era só para estar bem fisicamente e ser saudável. A Grã-Bretanha é um país muito antigo e frio, com vários lugares inacessíveis. Por isso, se eu precisasse ir a algum lugar, eu teria de sair da cadeira e arrastá-la degraus acima porque não haveria elevadores. Nesse início, portanto, não era uma questão de querer ser atleta, mas sim de morar em um país onde a estrutura de acesso a pessoas com deficiência é realmente precária.

Q

What have been your biggest challenges along the way, in your athletic career and then in your career today?

Quais foram os maiores desafios ao longo do caminho, tanto na sua carreira de atleta como em sua carreira hoje em dia?

 

Probably people thinking I can’t do something. Other people’s perceptions of me. There have been lots of people who have told me, “You can’t do it; it’s too hard.” It’s really easy to believe that when you are a young woman in sports.

You know, I had one of my team managers who didn’t think I could be an athlete. I would make sure to prove to him that I could.

And there’s lots of things I’ve done wrong or badly, and things I could have done better if I listened to people. But if I listened to most people I would have done nothing at all.

Provavelmente as pessoas pensaram que eu não conseguiria fazer isso. Muitas pessoas já me disseram “Você não vai conseguir fazer isso, é muito difícil”. E é muito fácil acreditar nisso quando se é uma jovem no esporte. Sabe, um dos técnicos da minha equipe achava que eu não poderia ser atleta. Eu tive de provar a ele que conseguiria. E houve muitas coisas que eu não fiz tão bem, assim como houve coisas que poderia ter feito melhor se tivesse ouvido outraspessoas. Mas se eu tivesse ouvido a maior parte das pessoas, eu não teria feito absolutamente nada.

Want to learn more about what elite athletes can do after sports? Join our network.

Quer saber mais sobre o que atletas de elite podem fazer depois do esporte? Junte-se à nossa rede

The views of third parties set out in this publication are not necessarily the views of EY. Moreover, the views should be seen in the context of the time they were expressed.

As opiniões de terceiros emitidas nesta publicação não refletem necessariamente as opiniões da EY. Além disso, as opiniões devem ser vistas no contexto do período em que foram emitidas.

Tanni Grey-Thompson, UK

Tanni Grey-Thompson, Reino Unido

Athlete interview:

Entrevista com a atleta: