Empresas europeias traçam estratégias no mercado de ações

  • Compartilhar

Reportagem publicada esta semana no Portal IG registra que, à medida que desaparecem as preocupações sobre o futuro da zona do euro, as empresas europeias começam a pensar no mercado de ações como parte de um plano mais extenso para pagar dívidas e começar a pensar na possibilidade de obter lucros.

Segundo Maria Pinelli, vice-diretora global de crescimento estratégico da EY em Londres – e uma das fontes ouvidas pela reportagem –, as empresas europeias possuem uma série de ativos de grandes proporções, que começam a ser vendidos para ajudar no pagamento de dívidas e reabastecer suas reservas de caixa.

Essas negociações chegam em boa hora. De acordo com dados trazidos pela reportagem, o setor corporativo do continente possui uma dívida total de US$ 430 bilhões, que deverá ser paga até o fim de 2014 (citando dados da agência Standard & Poors), o que leva muitas empresas a buscarem formas de aliviar o peso de seus balancetes.

"Esse processo ajuda a liberar muito dinheiro para o pagamento de dívidas, ou pode ser utilizado para futuros investimentos”, conclui Maria Pinelli.