Skip to main navigation

Release Energia - EY - Brasil

  • Compartilhar

EY lança Centro de Energia e Recursos Naturais no Rio de Janeiro

Com receita de R$ 250 milhões, a nova unidade contará com 280 profissionais da consultoria

São Paulo, 10 de abril de 2014 – A EY lançou ontem o Centro de Energia e Recursos Naturais, durante evento para líderes da indústria de petróleo e gás no Rio de Janeiro. O Centro possui receita de cerca de R$ 250 milhões por ano, equivalente a quase 20% do total da EY no Brasil. São mais de 280 profissionais, sendo 30 em cargos executivos (gerentes, diretores e sócios) atuando em projetos de indústrias segmentadas como petróleo, gás, mineração, siderurgia, energia renovável e distribuição de energia.
 
A inauguração contou com a presença de importantes executivos da área de petróleo e gás, muitos deles clientes da EY. Dentre eles, Arno Duarte, gerente da Petrobras – Unidade de Operação Rio; Marcelo Menicucci, diretor estratégico da BG Brasil; Gérard Pelé, diretor da Total Brasil; José Firmo, presidente da Schlumberger no Brasil; André Araújo, presidente da Shell no Brasil; Marco Tavarez, presidente da Gas Energy; Marcelo Haddad, diretor executivo da Rio Negócios; e Oswaldo Pedrosa, presidente da Pré-Sal Petróleo (PPSA) , empresa estatal criada para gerenciar e fiscalizar contratos de exploração de petróleo sob regime de partilha nos campos do pré-sal.

“Essa iniciativa da EY no Brasil vem ao encontro do crescimento qualitativo do setor. O Centro terá papel fundamental nas discussões envolvendo o futuro da indústria de petróleo e gás no País, gerando estudos e análises e propondo soluções para o setor, afirma Carlos Assis, sócio líder do Centro de Energia e Recursos Naturais da EY. “Nele, estarão reunidos os mais qualificados profissionais, aptos a oferecer serviços inovadores e customizados de auditoria, impostos, transações e consultoria”, completa Assis.

Para o líder global de mercados emergentes da EY no setor de Oil & Gas, Alexandre Oliveira, “a nova unidade da EY no Brasil será um ponto de referência na América Latina, estimulando a geração de conhecimento que poderá ser compartilhado com os mercados internacionais.”

O lançamento do Centro foi marcado por dois painéis de debates com especialistas e líderes de grandes companhias do setor. “O Brasil tem um ótimo histórico de respeito aos contratos e isso é fundamental para atrair investidores. Temos de manter essa postura de cumprimento das regras”, afirma Marcelo Menicucci, diretor estratégico da BG Brasil que participou das discussões do primeiro painel “Atuais oportunidades e desafios na exploração de petróleo e gás no Brasil”. Além da importância da estabilidade regulatória, os executivos destacaram ainda que é preciso melhorar alguns aspectos que hoje prejudicam o setor: gargalos logísticos e de infraestrutura e falta de mão de obra qualificada para a indústria óleo e gás.

A falta de formação de profissionais foi destacada também por Marcelo Haddad, presidente da Rio Negócios. “Talento e mão de obra qualificada são pontos cruciais para o desenvolvimento da indústria de petróleo no Brasil e tanto o Governo quanto as empresas têm a obrigação de investir nisso e atrair para o País escolas internacionais de formação.” afirma Haddad. Arno Duarte, gerente unidade de operações Rio da Petrobras, concorda e afirma que o momento é de união de esforços. “Hoje é hora de nos esforçamos para gerar benefício mútuo, criando um círculo virtuoso que gere aprendizado e novas oportunidades para a indústria de petróleo no Brasil”, diz Duarte.

Durante o segundo painel “Pré Sal: O futuro da indústria de petróleo e gás no Brasil”, especialistas comentaram sobre a fundação da PPSA. Segundo os executivos da Shell, a primeira reação do mercado foi de insatisfação, pois as grandes empresas querem liberdade de atuação. Mas na medida em que a perspectiva de eficiência para o projeto de Libra cresceu, a indústria se sentiu mais confortável.
 
Para o diretor da Total Brasil, Gérard Pelé, a escolha dos líderes da PPSA foi fundamental para a segurança do consórcio de Libra. “Incialmente levantamos muitas questões, mas um ponto importante foi a nomeação dos diretores da PPSA”, afirma o executivo.

O evento de lançamento do Centro de Energia e Recursos Naturais da EY foi realizado em conjunto com a TOGY – The Oil & Gas Year, guia anual lançado em 101 países sobre as mais de 30 nações produtoras de petróleo e gás.

Durante a inauguração do Centro, a EY lançou o Glossário de Conteúdo Local de Petróleo e Gás, trabalho pioneiro que reúne de forma objetiva os termos, palavras e expressões sobre conteúdo local na indústria do petróleo. A ideia é auxiliar profissionais e executivos da indústria a analisar com rapidez o significado e a base legal de cada verbete.

Fotos do evento

EY,Centro de Energia,Ernst & Young
Da esquerda para direita: João Marques, diretor da TOGY, Luiz Antônio Araújo, presidente da AKER Solutions, Oswaldo Pedrosa, pres. PPSA, José Firmo, Pres da Schlumbeger no Brasil, Andre Araújo, presidente da Shell no Brasil, Gérard Pelé, diretor da Total, Carlos Assis, sócio líder do Centro Energia e Recursos Naturais da EY.
 

EY,Ernst & Young, Centro de Energia 
Andre Araújo, presidente da Shell no Brasil, Gérard Pelé, diretor da Total e Carlos Assis, sócio líder do Centro Energia e Recursos Naturais da EY.

Sobre a EY

EY é líder global em serviços de Auditoria, Impostos, Transações Corporativas e Consultoria, comprometida em fazer sua parte para construir um mundo de negócios melhor. Os insights e os serviços de qualidade prestados ajudam a criar confiança nos mercados de capital e nas economias do mundo. A empresa desenvolve líderes excepcionais que inspiram suas equipes a entregar excelência a todos seus stakeholders. Dessa forma, a companhia desempenha um papel fundamental na construção de um mundo de negócios melhor para seus profissionais, clientes e comunidades.

A EY refere-se a uma ou mais empresas-membro da Ernst & Young Global Limited (EYG), organização privada constituída no Reino Unido, limitada por garantia e que não presta serviços a clientes.

Mais informações em: www.ey.com.br

Acompanhe em:
@EY_Brasil
#BetterWorkingWorld

Para mais informações e íntegra do material, entre em contato com o Grupo Máquina PR:

Andréia Henriques – andreia.henriques@grupomaquina.com  – (11) 3147-7401/ 98325-3695
Amanda Trolezi – amanda.trolezi@grupomaquina.com  – (11) 2573-4100/ 98490-6252
Priscila Pagliuso – priscila.pagliuso@grupomaquina.com  – (11) 3147-7236/ 96341-5193

 

 

 

EY_foto-press-release
Back to top