A EY é a única das Big Four na lista da FORTUNE por 19 anos consecutivos

A Ernst & Young LLP foi classificada em 29º lugar na lista deste ano devido a seus benefícios e programas excepcionais no local de trabalho

  • Compartilhar

Nova York, 9 de Março 2017 - A revista FORTUNE anunciou esta manhã sua lista norte-americana das "100 Melhores Empresas para se Trabalhar®” de 2017, e a EY obteve o 29º lugar – subindo 20 posições em relação à lista de 2016. A EY é a única das Big Four a permanecer na lista por 19 anos consecutivos.

“Na EY, desenvolvemos lideranças ágeis, movidas por um propósito, que são inspiradas a ter um impacto positivo nas comunidades e no mundo dos negócios. O nosso foco na inclusão nos ajuda a fazer melhores perguntas, a desenvolver soluções multifacetadas, e a permitir resultados holísticos com base em equipes”, disse Stephen R. Howe, Chairman e Sócio-Diretor para os EUA e Sócio-Diretor para as Américas da EY. “Fazer isso, nos ajuda a proporcionar resultados de alta qualidade para os nossos clientes, além de criar um ambiente de trabalho acolhedor que permite que todos prosperem. Estamos gratos aos nossos profissionais por nos ajudarem a criar uma cultura excepcional que é reconhecida consistentemente.”

“Os nossos programas excepcionais proporcionam ao nosso pessoal uma gama de oportunidades de crescimento pessoal e profissional”, disse Carolyn Slaski, Vice-Presidente de Talentos da EY para as Américas. “Graças a uma forte ênfase em conversas francas e honestas, na formação de equipes diversificadas e inclusivas, e em oportunidades de aprendizagem e coaching personalizáveis, continuamos a criar uma cultura onde todos os nossos 45.000 funcionários nos EUA podem ser bem-sucedidos e nos ajudar a oferecer um atendimento excepcional para os clientes. Agradecemos a cada um dos nossos profissionais por nos ajudar a sermos nomeadas uma das “Melhores Empresas para se Trabalhar” da FORTUNE pelo 19º ano consecutivo.”

A organização EY está ajudando a construir um mundo de negócios melhor por meio da diversidade e inclusão, pela formação de equipes de alto desempenho e por programas de ponta no local de trabalho, como:

EY Total Rewards (Recompensa Total): A EY está empenhada em atender às diversas necessidades de seu pessoal com base em suas gerações, capacidades diversificadas, preferências pessoais e diferentes tamanhos e composições familiares. Investimos de modo significativo na recompensa total para todo o nosso pessoal. Ano passado, a EY nos EUA aprimorou vários benefícios, inclusive: Tecnologias Avançadas de Reprodução (isto é, tratamentos para infertilidade), adoção e barriga de aluguel, 16 semanas de licença-parental paga para cuidadores primários, e tempo livre pago para doenças pessoais e/ou quando os funcionários não podem trabalhar porque precisam cuidar de membros da família. Atualmente, cerca de 1.400 funcionários da EY nos EUA desfrutam de licença-parental a cada ano, e destes, a metade é formada por homens. A firma também lançou o “r u ok?” (“cê tá legal?”), seu primeiro programa para doenças mentais e dependência química, que tira proveito da cultura de atenção da EY, ajuda a apagar o estigma envolvido e oferece recursos de qualidade. O programa EY Advantage (Vantagem EY) oferece uma abordagem holística em relação aos benefícios que vai além dos benefícios padrão de tratamento médico, odontológico e de aposentadoria, para melhorar a qualidade de vida em geral. Com o EY Advantage, o nosso pessoal pode receber um reembolso anual de US$ 500 para ser usado em programas pré-aprovados de saúde e boa-forma, refinanciar dívidas estudantis a uma taxa de juros mais baixa, economizar com seguro de automóvel, residencial e de animais de estimação, etc. Em 2016, a firma pagou mais de US$ 7,8 milhões em reembolsos de saúde e, até o momento, mais de 1.735 funcionários nos EUA estão participando do programa de refinanciamento de empréstimos estudantis. O programa Performance Based Bonus (Bônus Baseado no Desempenho) estabelece uma recompensa financeira direta em sintonia com o sucesso da organização e o progresso realizado em relação às metas da Visão 2020.

Recrutamento: Reconhecida consistentemente como uma potência de recrutamento tanto por especialistas quanto por líderes pensadores do setor, a Ernst & Young é bem conhecida por oferecer experiências inigualáveis para os candidatos. Nos EUA, a firma está avaliando novas ideias para contratar e obter talentos, inclusive o crowdsourcing, desafios estudantis, simulações de contratação e laboratórios de talento, para ajudar estudantes a desenvolverem novas habilidades e a se verem como visionários e spotters (observadores avançados) da disrupção. Alguns dos programas conhecidos da EY incluem a Conferência Internacional de Liderança para Estagiários, que, no último verão no Hemisfério Norte, reuniu 3.600 estagiários dos nossos escritórios em 25 países distintos; e, no início deste ano, a firma nos EUA organizou a 11ª edição de seu Annual Discover EY, que reuniu um número recorde de estudantes altamente qualificados e de diversas origens étnicas de 92 campi em todos os EUA. Como prova de seu sucesso, mais de 90% dos estagiários da EY nos EUA aceitam ofertas de emprego em tempo integral após a graduação. O Programa de Indicação de Funcionários da EY (Employee Referral Program) passou a ser a maior fonte e a mais eficaz de contratação de funcionários experientes, distribuindo mais de US$ 8,1 milhões em bônus para funcionários que indicaram candidatos contratados nos EUA no exercício de 2016. Além disso, ano passado, a Ernst & Young LLP foi considerada a nº 1 no setor de Contabilidade pelo nono ano consecutivo na Pesquisa de Talentos Universum – Empregadores Mais Atraentes dos EUA.

Responsabilidade Corporativa (RC): Na EY, acreditamos que as empresas podem ser uma força pelo bem social. É por isso que ela oferece programas inovadores que combinam voluntariado baseado em competências (inclusive experiências de mobilidade) com RC. O programa Sabático de RC da EY oferece experiências imersivas de voluntariado para empresas que de outro modo não poderiam ser arcadas por estas e nos ajuda a desenvolver lideranças movidas por um propósito. Essas experiências imersivas incluem oportunidades de voluntariado mais longas que envolvem o nosso pessoal, ajudam a desenvolver competências de liderança e de negócios, e fortalecem as nossas comunidades. Programas como o EY Vantage, por exemplo, proporcionaram mais de 60.000 horas de apoio para aproximadamente 250 empreendedores de alto impacto em 30 países, equivalendo a mais de US$ 23 milhões em valor de serviços. Com a mentoria sendo uma competência básica para o sucesso na firma nos EUA, o College MAP (Mentoria de Acessibilidade e Persistência) ajuda mais de 1.175 mentores da EY nos EUA a desenvolverem suas próprias competências ao oferecer mentoria para mais de 1.100 estudantes mal atendidos, para que alcancem o sonho da educação superior em 30 cidades em todo o país. E, ano passado, mais de 15.000 funcionários da EY participaram num dia de serviço anual, o EY Connect Day, contribuindo com mais de 100.000 horas em mais de 60 escritórios da EY em todas as Américas – um novo recorde!

Flexibilidade: A organização da EY fomentou uma cultura que dá autonomia para todos os funcionários para que trabalhem de modo flexível. Embora ofereça oportunidades formais de trabalho flexível (FWAs) para aqueles que precisam delas, praticamente todos os nossos funcionários nos EUA usam a flexibilidade no dia a dia para melhor administrarem obrigações pessoais e profissionais. Atualmente, quase 4.000 funcionários da EY nos EUA estão trabalhando com base em FWAs formais, o que inclui trabalho a distância, jornadas reduzidas e jornadas sazonais. A EY também continua a implementar sua iniciativa de ponta – Local de Trabalho do Futuro (WOTF) – em todos os escritórios nos EUA. Atualmente, 25 escritórios nos EUA, alcançando aproximadamente 15.000 funcionários da EY, foram transformados em WOTFs, com cada um deles oferecendo locais de trabalho aprimorados e melhores itens de conforto para funcionários, clientes e visitantes da EY. Ano passado, a EY nos EUA anunciou seu novo pacote de benefícios Pathways to Parenthood (Caminhos para a Paternidade/Maternidade), que oferece 16 semanas de licença-parental paga para novos pais/mães que estejam recebendo uma criança por meio de nascimento, adoção ou barriga de aluguel. Surpreendentemente, apenas 21% das empresas nos EUA oferecem licença-maternidade paga e somente 17% oferecem licença-paternidade de acordo com a Society of Human Resources Management. Além disso, o novo pacote oferece auxílio financeiro de até US$ 25.000 por família para adoção ou procedimentos de tecnologias avançadas de reprodução.

Aprendizagem e Desenvolvimento: Para a EY, é fundamental ter uma cultura de aprendizagem de desenvolvimento profissional que encoraje seus funcionários para que alcancem seu potencial por meio de experiências determinadas e estimulantes, além de mentoria e coaching, e que esteja disponível internamente para seus funcionários nos EUA. Em 2016, a EY nos EUA ofereceu mais de 8.400 aulas, e profissionais de atendimento nos EUA acumularam mais de 2,5 milhões de horas de aprendizagem formal, numa média de aproximadamente 71 horas ao ano por pessoa. As sessões de coaching da EY ajudam os funcionários que estejam passando por importantes etapas de transição tanto em suas vidas pessoais quanto profissionais, por meio da oferta de coaching de liderança, de trabalho em equipe e de carreira. As sessões de coaching da EY abrangem desde como se tornar um novo pai até a alcançar um cargo executivo dentro da organização, oferecendo recursos on-line e presenciais para dar apoio ao sucesso e ao crescimento profissional continuado.

Diversidade e Inclusão: Um estudo recente da EY mostrou que equipes com os mais elevados níveis de engajamento apresentam maior retenção, um crescimento de receitas mais forte e uma melhor lucratividade – e a inclusão é fundamental para a contratação. Por meio de iniciativas, como o Programa de Liderança Inclusiva e Patrocinadores e Mentores de Carreira, a EY proporciona a minorias étnicas e a mulheres com alto desempenho acesso a oportunidades profissionais e coaching para ajudar a apoiar seu avanço na organização. A EY é uma das participantes da iniciativa 100,000 Jobs Mission (Missão 100.000 Empregos), e a empresa contratou aproximadamente 800 soldados veteranos desde seu ingresso na iniciativa em 2012. Redes de profissionais, como a Unity (Profissionais Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transgênero e Simpatizantes) e a Rede de Mulheres Profissionais celebram a diversidade e promovem um ambiente inclusivo, ao encorajarem os funcionários da EY a levar para o local de trabalho todas as facetas de suas verdadeiras personalidades. Além disso, a EY foi a patrocinadora líder do Dia Internacional da Mulher, que ocorreu em 8 de março, e, a fim de aumentar a conscientização sobre a importância da igualdade de gêneros no local de trabalho, a firma organizou um painel para aproximadamente 1.000 profissionais no famoso New York City Town Hall.

Para saber mais sobre a EY e os programas da empresa nos EUA, visite: www.ey.com.
 
Metodologia

Para escolher as 100 Melhores Empresas para se Trabalhar, a FORTUNE se associa com o Great Place to Work Institute e realiza a mais ampla pesquisa de funcionários na América corporativa; 257 empresas participaram da pesquisa deste ano. Mais de 252.000 funcionários nessas empresas foram entrevistados pelo Great Place to Work, um instituto de pesquisas e consultoria global que funciona em 45 países. Dois terços da pontuação de uma empresa baseiam-se nos resultados da pesquisa Índice de Confiança do instituto, que é enviada para uma amostra aleatória de funcionários de cada empresa. A pesquisa faz perguntas relacionadas a suas atitudes sobre a credibilidade da gerência, satisfação no trabalho e camaradagem. O outro terço baseia-se nas respostas à Auditoria Cultural do instituto, que inclui perguntas detalhadas sobre os programas de pagamento e benefícios e uma série de perguntas sobre práticas de contratação, métodos de comunicação interna, treinamento, programas de reconhecimento e esforços de diversidade. Depois que as avaliações forem concluídas, caso surja alguma notícia sobre uma das empresas pesquisadas que possa prejudicar substancialmente a fé dos funcionários na administração, podemos excluí-la da lista. Qualquer empresa que tenha pelo menos cinco anos de existência e mais de 1.000 funcionários nos EUA pode participar. O prazo para as inscrições para a lista do próximo ano é 30 de junho de 2017. Para obter um formulário de nomeação on-line, visite o website do Great Place to Work Institute. Caso tenha mais perguntas sobre a lista das Melhores Empresas para se Trabalhar, envie um e-mail para: fortunespecials@fortune.com.