20ª Pesquisa Global de Segurança da Informação

Retomada da segurança cibernética: como se preparar para enfrentar os ataques cibernéticos?

  • Compartilhar

A Pesquisa Global da EY sobre Segurança da Informação 2017-2018, em sua 20ª edição, explora as questões mais importantes enfrentadas pelas organizações hoje quando à segurança cibernética.

Duas décadas depois de a EY publicar pela primeira vez sua pesquisa anual detalhando as preocupações das organizações sobre a segurança cibernética (e suas ações para enfrentá-las), a necessidade de uma resposta colaborativa e coerente às ameaças, que já não são as mesmas, não poderia ser mais urgente. Em nossas conversas com organizações de diversos setores e portes, está claro que a segurança cibernética é uma prioridade para todos os níveis hierárquicos.

Este ano, temos o prazer de informar que aproximadamente 1.200 organizações participaram da pesquisa. Analisamos as respostas de Diretores de Tecnologia da Informação (CIO), Diretores de Segurança da Informação (CISO) e outros executivos dessas organizações, identificando pontos fortes e fracos a fim de gerar insights a partir dos quais todos possamos nos beneficiar. O relatório GISS também reúne nossa vasta experiência trabalhando com clientes no mundo todo com o objetivo de melhorar a resiliência cibernética destas organizações.

Caso sua organização sinta alguma ansiedade com relação à segurança cibernética, saiba que não está sozinho: a maioria das organizações sente um maior risco hoje do que há 12 meses. Era de se esperar: os ataques cibernéticos não só estão se tornando cada vez mais sofisticados, mas também as próprias organizações estão cada vez mais se conectando, com ondas e mais ondas de novas tecnologias, o qual cria oportunidades e riscos em toda a cadeia de valor.

Essa explosão de conectividade alimentada pelo crescimento da Internet das Coisas (IoT na sigla em inglês) e a pegada digital cada vez maior de muitas empresas criaram novos pontos de vulnerabilidade para serem explorados pelos que praticam os ataques. É por isso que as empresas precisam explorar o digital de todos os ângulos, de forma a ajudá-las a crescer e proteger suas organizações hoje, amanhã e sempre. Entretanto, apesar dos riscos, há também boas notícias. As organizações que enfrentam o desafio da segurança cibernética voltarão a se sentir em ordem: não é possível repelir todas as ameaças, mas as organizações resilientes sabem se proteger, identificar um problema quando este ocorre, e reagir de forma rápida e eficaz quando aparece um problema.

Se trabalharmos juntos, podemos reconquistar a segurança cibernética. Com isso em mente, gostaríamos de agradecer nossos clientes por dedicarem um pouco do seu tempo para responder à pesquisa: deixem-nos continuar compartilhando nosso conhecimento a fim de construir um mundo mais seguro para todos nós.

Acesse o link e leia o relatório completo.