4 minutos de leitura 15 set 2019
Two Brown Argus butterflies sitting ear grass

Como traçar o rumo certo para a transformação do seu negócio

4 minutos de leitura 15 set 2019

Respondendo apenas a 10 perguntas, o Índice Transformativo pode determinar a posição da sua empresa — e ajudá-la a chegar ao próximo nível.

Estamos num momento crucial. As disrupções estão a criar oportunidades a uma velocidade sem precedentes, desde as mais próximas — super consumidores, design comportamental, saúde reinventada e o futuro do trabalho – às que estão no horizonte, tais como o aperfeiçoamento humano, envelhecimento ativo, mercados superfluidos e computação quântica. E, embora as possibilidades pareçam infinitas, os desafios também o são.

Pode o propósito inspirar novas formas de trabalhar e pensar? Pode a reinvenção constante levar a uma relevância contínua? Como é que faz com que os clientes sejam cocriadores? E como é que alavanca o valor dos intangíveis que são mais valiosos que os bens?

Para ajudar os líderes a navegar numa era que poderia revelar tanto o valor como o potencial humano, desenvolvemos o Índice Transformativo — uma pesquisa de 10 perguntas para determinar a posição das suas empresas na jornada de transformação, os desafios que enfrentam e o que devem fazer a seguir. A intenção é utilizar as recomendações desta pesquisa como base para promover uma mentalidade organizacional transformadora que envolva e inspire inovação entre stakeholders, desde clientes a colegas de trabalho e a sociedade em geral. Deve também estimular a liderança através da inovação futura: impulsionar as prioridades e a ação imediata, olhando para o que está para mais além.

O Índice Transformativo

O Índice Transformativo deriva de uma pesquisa feita em várias partes realizada pela EYQ, o global think tank que gera insights sobre o futuro com diversas perspetivas. Este estudo explorou a dinâmica do desafio e da transformação disruptiva, com mais de 100 CEOs das 5.000 maiores empresas do mundo, revelando o quanto estes acreditavam que as suas organizações estavam prontas para aproveitar o lado positivo das oportunidades emergentes. Esta pesquisa revelou distinções importantes em termos de consciência de rutura, senso de urgência e transformação.

Utilizando os temas mais urgentes relacionados com a preparação para a disrupção — liderança, cultura e inovação – o Índice Transformativo pontua entre 100 organizações classificadas como Caterpillar, Chrysalis ou Butterfly. As empresas Caterpillar concentram-se em tirar partido do sucesso existente sem tomar medidas transformadoras. Tornar-se líderes requer que estas empresas considerem como se tornar habilidosas tanto para iniciar como para responder às disrupções. As empresas Chrysalisestão conscientes do impacto que as forças da disrupção têm nos seus negócios e estão a tomar medidas para criar uma forte cultura de inovação, à medida que começam a sofrer alterações. As empresas Butterfly são as mais inovadoras. O seu próximo passo para atingir o potencial máximo é manter uma mentalidade transformadora em toda a empresa e executá-la com sucesso.

Os resultados doÍndice Transformativo e o correspondente nível de maturidade das organizações ajudam a determinar as ações potenciais que as empresas podem considerar ao passar para a próxima fase de transformação. Enumeramos alguns exemplos de empresas nas fases caterpillar, chrysalis and butterfly.

Imagem aproximada de um caterpillar em cima de uma folha

Nível de maturidade: Caterpillar

Empresas que se concentram em tirar partido do sucesso existente sem tomar medidas transformadoras

Agora: Conduzir uma discussão entre organizações sobre como responder às disrupções, trabalhando para incutir uma necessidade de urgência para superar a inércia.

De seguida: Alinhar a C-suite e o conselho de administração numa ambição partilhada para orientar o investimento necessário, mudança cultural, governance, ligação ao objetivo e mensagem aos acionistas. As empresas também podem dar um exemplo de liderança de experimentação e tomada de riscos — ou seja, "walk the talk."

Mais à frente: Envolva-se com os principais investidores para discutir as disrupções e avaliar a curiosidade e a atitude em relação ao investimento em inovação.

Imagem de uma borboleta

Nível de maturidade: Chrysalis

Empresas que estão conscientes do impacto que as forças disruptivas têm nos seus negócios e que estão a tomar medidas para criar uma forte cultura de inovação
  • Agora: Identificar as principais lacunas. Também é importante reconhecer que a sua abordagem à preparação para a disrupção não é meramente um projeto, mas sim uma transformação organizacional que toca aspetos fundamentais da cultura, propósito, operações e do seu modelo de negócio atual.
  • De seguida: Considere o alinhamento de recompensas, métricas e governance para suportar os objetivos de inovação. Certifique-se também de que o CEO é o proprietário da agenda disruptiva e que o conselho de administração presta atenção frequente à determinação do que é realmente ameaçador ou disruptivo.
  • Mais além: Encontre os campeões da mudança dentro da sua empresa, reunindo-os para libertá-los para impulsionar a transformação, seja como equipas dedicadas ou integradas em funções-chave. Pense em utilizar a transformação de talentos para impulsionar a mudança cultural, recrutando para a diversidade de pensamento e de mentalidades disruptivas.
Imagem de borboleta preta em cima de flor vermelha

Nível de maturidade: Butterfly

São as empresas mais inovadoras e mantêm uma mentalidade transformadora em toda a empresa para executar com sucesso

Agora: Planear para o agora, o a seguir e o mais além. Como líder, pode aproveitar a oportunidade do digital ao implementá-lo em toda a cadeia de valor, desde a estratégia e design, até a execução e gestão de risco.

De seguida: Trabalhe para desenvolver ecossistemas, redes e formatos inovadores de colaboração, não apenas dentro da organização, mas de fora para dentro. Vai querer considerar a identificação das suas oportunidades exponenciais e como pode escalar rapidamente para as aproveitar.

Mais à frente: Pergunte a si mesmo: Que parte do meu negócio já não funciona? Atue sobre a resposta para libertar recursos para novas inovações. Também vai querer "reestruturar" — frequentemente rever o seu plano, redesenhar o futuro e redefinir conceitos.

As empresas enfrentam uma escolha no ambiente dinâmico de hoje: ativar a preparação para a disrupção primeiro como chrysalises, depois como butterflies, ou permanecer como caterpillars, colocando em risco tanto a liderança de mercado quanto a capitalização de mercado. Compreender a forma como uma organização já tem a capacidade para enfrentar os desafios disruptivos agora, no próximo e mais a frente permite aos líderes, traçar com confiança, um rumo que os leva à próxima fase da jornada de transformação e aproveitar a vantagem competitiva na Era da Transformação.

Resumo

O Índice Transformativo permite às empresas identificar o momento em que estão da sua jornada de transformação, para ajudá-las a traçar o curso de ação certo para ter sucesso na Era Transformativa.

Sobre este artigo

Tópicos relacionados Advisory Digital Performance Improvement

Índice Transformativo

Avalie rapidamente a sua transformação com a nossa ferramenta de benchmarking. 

Leia mais