Comunicado de imprensa

10 jun 2021

EY anuncia o Empreendedor do Ano Global em 2021

Evento contou com a participação de empreendedores de mais de 30 países, incluindo o Brasil. Iniciativa anual busca reconhecer a história de inspiração de empreendedores que se destacam pelo modelo de liderança adotado na condução de seus negócios

São Paulo, 10 de junho de 2021 – O empresário sul-coreano JungJin SEO, presidente honorário do Celltrion Group, foi o vencedor do Empreendedor do Ano Global (EY World Entrepreneur Of The Year), anunciado durante evento virtual realizado nesta quinta-feira (10/06) pela EY, líder global em serviços de auditoria e consultoria, e transmitido pela CNBC. A disputa envolveu outros 36 finalistas e foi acompanhada por milhares de espectadores. O brasileiro Pedro de Godoy Bueno, CEO do Grupo DASA, do setor de saúde, foi o representante do Brasil na etapa mundial. O executivo foi um dos responsáveis diretos pelo crescimento e modernização do negócio na última década.

JungJin SEO fundou Celltrion Group aos 45 anos de idade, após ouvir um cientista falar sobre o futuro da medicina. Hoje, a Celltrion é uma empresa global e multibilionária, especializada no desenvolvimento de medicamentos inovadores, destinados ao tratamento de doenças autoimunes, além do câncer e a Covid-19. JungJin acredita que a indústria tem o dever de ajudar o mundo, principalmente no momento atual. No decorrer da pandemia, a Celltrion liderou o desenvolvimento de um tratamento com anticorpos para o novo coronavírus, tendo sido aprovado para uso na Coreia do Sul, sendo oferecido pelo custo de produção.

“Estou muito feliz e honrado por representar não apenas o meu país com este prêmio, mas tantos jovens empreendedores sul-coreanos, pois acredito que isso possa trazer esperança para eles. Depois da Guerra da Coreia, nosso país tornou-se um dos mais pobres do mundo e todos tinham a missão de reerguê-lo. O segundo passo foi transformá-lo e o terceiro era torná-lo melhor, de modo que os jovens tivessem mais oportunidades, com chances iguais e justas. Acredito que nós, representantes do "Empreendedores do Ano", temos como missão apoiar os jovens a seguir o mesmo caminho”, disse JungJin em seu discurso de agradecimento.

"A etapa internacional do Empreendedor do Ano é uma celebração ao espírito empreendedor. Ao reunirmos os ganhadores de todos os países participantes, compartilhamos histórias inspiradoras e homenageamos aqueles que transformam o ambiente empresarial com uma visão ampla de negócios. Um dos pontos altos do evento é o anúncio do vencedor em nível global. Na EY, acreditamos que valorizar e reconhecer as diferentes histórias de empreendedores de diversos países do mundo é um caminho para inspirar outras pessoas a seguirem a mesma jornada de sucesso, contribuindo, dessa forma, para um mundo de negócios cada vez melhor", destaca Luiz Sérgio Vieira, CEO da EY Brasil.

Histórico do prêmio

Criado em 1986, o Programa Empreendedor do Ano (EOY) surgiu nos Estados Unidos com o propósito de identificar e reconhecer líderes empresariais de diversos setores, e que se destacavam pela criatividade com que conduziam seus negócios. Com o sucesso da iniciativa, outras unidades da EY ao redor do mundo passaram a fazer o mesmo junto aos empreendedores locais, reconhecendo aqueles que se destacam por transformar mercados e gerar impactos positivos na sociedade. No Brasil, o Empreendedor do Ano é realizado desde 1998, com mais de 300 executivos brasileiros homenageados e reconhecidos pela EY desde então. Em 2001, foi criado o World Entrepreneur of the Year, a etapa internacional da premiação.

Homenageados nas últimas edições do World Entrepreneur Of The Year

• 2020:  Kiran Mazumdar-Shaw, Biocon (farmácia), Índia

• 2019:  Brad Keywell, Uptake Technologies (tecnologia), Estados Unidos

• 2018:  Rubens Menin, MRV Engenharia (construção), Brasil

• 2017:  Murad Al-Katib, AGT Foods (exportação de alimentos), Canadá

• 2016:  Many Stul, Moose Enterprise Holdings (brinquedos), Austrália

• 2015:  Mohed Altrad, Altrad (construção), França

• 2014:  Uday Kotak, Kotak Mahindra Bank (finanças), Índia

• 2013:  Hamdi Ulukaya, Chobani (iogurte grego), Estados Unidos

• 2012:  James Mwangi, Equity Bank Limited (microcrédito), Quênia

• 2011:  Olivia Lum, Hyflux Limited (energia limpa), Singapura

• 2010:  Michael Spencer, ICAP plc (finanças), Reino Unido



Sobre a EY

A EY existe para construir um mundo de negócios melhor, ajudando a criar valor no longo prazo para seus clientes, pessoas e sociedade e gerando confiança nos mercados de capitais. Tendo dados e tecnologia como viabilizadores, equipes diversas da EY em mais de 150 países oferecem confiança por meio da garantia da qualidade e contribuem para o crescimento, transformação e operação de seus clientes. Com atuação em assurance, consulting, strategy, tax e transactions, as equipes da EY fazem perguntas melhores a fim de encontrarem novas respostas para as questões complexas do mundo atual.

EY se refere à organização global e pode se referir a uma ou mais afiliadas da Ernst & Young Global Limited, cada uma delas uma pessoa jurídica independente. A Ernst & Young Global Limited, companhia britânica limitada por garantia, não presta serviços a clientes. Informações sobre como a EY coleta e utiliza dados pessoais, bem como uma descrição dos direitos individuais de acordo com a legislação de proteção de dados, estão disponíveis em ey.com/privacy. As afiliadas da EY não exercem o direito se essa prática for proibida pelas leis locais. Para mais informações sobre a nossa organização, visite ey.com.


Informações para a imprensa - EY

In Press Porter Novelli

ey@inpresspni.com.br