12 Minutos de leitura 22 dez 2021
as pessoas assistem ao pôr do sol por um 4x4 na praia

O que fazer em 2022

Autores
Andrea Guerzoni

EY Global Vice Chair, Strategy and Transactions

Advising Boards and CEOs on transformational deals from strategy through to execution. Global Leader of Strategy and Transactions service line. Innovator and team player.

Errol Gardner

EY Global Vice Chair – Consulting

Helping clients embrace disruption to drive change. Passionate about inclusion and mentoring. Avid Manchester United fan.

12 Minutos de leitura 22 dez 2021

Seu plano de transformação de negócios para fazer de 2022 o ano da reformulação da sua organização.

Em resumo
  • Alinhar planos de estratégia e transformação nunca foi tão crucial
  • As principais tendências de sustentabilidade estão evoluindo e a necessidade de agir é urgente
  • O crescimento orientado por um propósito permanece vital e agora deve ser medido

Programas de vacinação bem-sucedidos, mas novas variantes COVID. Efeito rebote na economia acompanhados por problemas na cadeia de suprimentos. Limitar o aumento da temperatura mundial em +1.5 C. 2021 foi mais um ano de incertezas, e 2022 está se preparando para mais do mesmo.

Mas, em meio a toda essa contínua ruptura econômica, social e geopolítica, as oportunidades são abundantes. Aqueles com ambições ousadas, que estão dispostos a acelerar suas transformações de negócios por meio de tecnologia, dados e seu pessoal, podem se posicionar para superar os concorrentes e desbloquear novas fontes de criação de valor.

Na EY, enquanto exploramos todos esses desafios e oportunidades, selecionamos os insights mais relevantes para ajudá-lo a enfrentar os imperativos de liderança de 2022:

  1. Reestruturar a estratégia e a transformação para o longo prazo
  2. Adote a sustentabilidade orientada por valor
  3. Concentre-se no propósito – e meça seu impacto
Pai e filha pintando a sala juntos
(Chapter breaker)
1

Capítulo 1

Repensar radicalmente sua estratégia e seus planos de transformação

O valor que você está criando deve ser para todas as partes interessadas, a longo prazo. Mas a redefinição estratégica necessária e a transformação subsequente precisam ser velozes.

A disrupção contínua da pandemia COVID-19 significa que os líderes empresariais continuam atentos às formas de identificar e aproveitar as oportunidades emergentes que podem proporcionar valor a longo prazo.

Para ter sucesso, está ficando cada vez mais claro que é necessária uma abordagem radicalmente diferente. Em particular, a estratégia geral e os planos de transformação liderados pela tecnologia precisam estar mais alinhados. Este ano, exploramos o que pode ser aprendido com os líderes da área, as etapas práticas que você pode tomar e quais membros de diretoria podem ser cruciais para as mudanças que precisam ser feitas.

Saltar à frente ou ser ultrapassado?

A pandemia precipitou análises estratégicas abrangentes e o uso de todas as alavancas de investimento pelas empresas para se posicionarem em um cenário competitivo reformulado. Como resultado, 2021 teve o mais agitado mercado de M&A já registrado.

Aqueles que estão agindo provavelmente acentuarão suas trajetórias de crescimento, mas e aqueles que estão esperando à margem? Os bem sucedidos esperam aumentar as receitas anuais em seis pontos percentuais nos próximos três anos, enquanto os sobreviventes antecipam uma queda de três pontos percentuais, de acordo com a última pesquisa da EY CEO Imperative. Para ajudar no progresso do seu negócio, exploramos o que diferencia aqueles que estão prosperando para ajudá-lo a identificar como acelerar sua agenda de recuperação.

Leia mais: Como a adversidade se tornou um trampolim para o crescimento

Defina seu caminho para o sucesso

Para criar valor a longo prazo, identificamos algumas etapas práticas que ajudarão sua empresa a se atualizar e ficar à frente da concorrência. Focar em atender às necessidades de seus clientes e funcionários como uma organização centrada no ser humano é vital. Aproveitar ecossistemas e parcerias para impulsionar a inovação e implantar tecnologias eficazes com rapidez é cada vez mais importante. Enquanto isso, a sustentabilidade ambiental deixa de ser esperado e se torna essencial. Explore como você pode impulsionar seus negócios em todas essas áreas.

Leia mais: Cinco ações para ajudar sua organização a saltar de sobrevivente para prosperador

COOs são as estrelas em ascensão…

O trabalho remoto, as disrupções nas cadeias de suprimentos e o comportamento imprevisível dos clientes colocaram os Diretores de Operações (COOs) na vanguarda das discussões sobre os planos estratégicos das empresas. Identificamos quatro maneiras pelas quais os COOs podem ajudar a reformular o futuro de suas organizações, desde a utilização dos insights exclusivos dos clientes que eles podem acessar até redesenhar e motivar a força de trabalho – um desafio central à medida que a “Grande Renúncia” e a guerra por talentos continuam.

Leia mais: Como os COOs devem assumir a liderança na transformação empresarial

... mas um novo tipo de CIO está surgindo

Até recentemente, a função típica de um CIO era focada principalmente no gerenciamento do stack tecnológico e capacitação de negócios. Mas 96% dos CIOs pesquisados em 2021 confirmaram que sua função agora está se expandindo além das responsabilidades tradicionais de TI 1. O que é necessário para prosperar é um CIO transformador — alguém que possa gerenciar ecossistemas complexos, colaborar e co-criar com outros parceiros de alto escalão, usar o conhecimento das tendências tecnológicas emergentes para informar a direção da estratégia empresarial e criar novos recursos inovadores para impulsionar o crescimento da receita. Garantir que o CIO em sua organização seja um co-arquiteto da transformação dos negócios, não apenas da transformação digital, é mais essencial do que nunca.

Leia mais: Quatro maneiras pelas quais os CIOs transformam a transformação digital em transformação empresarial

Mãe e filha colhendo vegetais
(Chapter breaker)
2

Capítulo 2

Adote a sustentabilidade orientada por valor

À medida que cresce a pressão para agir com mais responsabilidade, é hora de considerar a sustentabilidade não apenas como uma obrigação, mas também como uma oportunidade.

Questões ambientais, sociais e de governança (ESG) permanecem no topo da agenda dos líderes empresariais em todo o mundo. Da emergência climática à injustiça social, há muito que as empresas podem e devem fazer para tornar o mundo um lugar melhor. Por sua vez, a EY agora é negativa em carbono. Mas, como você pode ler abaixo, existem algumas questões mais estruturais que também precisam ser abordadas, se a sociedade como um todo for beneficiada.

As expectativas dos clientes estão mudando rapidamente

Há sinais crescentes de que os consumidores estão agindo de acordo com promessas de pagar mais por produtos e serviços sustentáveis. Embora o fechamento dessa lacuna de expectativas ofereça oportunidades significativas, os líderes empresariais precisam de um plano coerente para garantir que sejam capazes de superar os principais desafios relacionados à entrega de produtos e serviços verdadeiramente sustentáveis. Identificamos cinco estratégias que ajudarão a manter os consumidores a bordo durante a mudança contínua para formas mais sustentáveis de trabalhar.

Leia mais: Como tornar a sustentabilidade acessível ao consumidor

Parceria é fundamental para a descarbonização

A transição do mundo para um futuro mais sustentável é responsabilidade de todos. No entanto, atualmente há uma lacuna de energia verde. Nossa análise encontrou uma necessidade de um investimento adicional de US$ 5,2 trilhões em 2050 apenas para atender às necessidades globais de desenvolvimento de energia renovável. A boa notícia é que existem 13 mil projetos em estágio avançado que podem reduzir as emissões e, ao mesmo tempo, impulsionar a recuperação econômica. Mas parceria e colaboração em todos os níveis – internacional e nacional, público e privado – precisam acontecer urgentemente. Em última análise, ainda há esperança.

Leia mais: Melhorar a distribuição de tecnologia, infraestrutura e finanças é fundamental para combater as mudanças climáticas

Cadeias de suprimentos sustentáveis são cada vez mais importantes

As cadeias de suprimentos raramente estão fora das notícias desde a chegada da pandemia COVID-19. Embora, compreensivelmente, o foco tem sido garantir que elas sejam ágeis e resilientes o suficiente para atender aos pedidos em tempo hábil, as empresas também têm a oportunidade de reavaliar como as cadeias de suprimentos afetam seus esforços de sustentabilidade. Observamos como a análise mais detalhada pode ajudar a identificar estratégias de cadeia de suprimentos que proporcionam ambientalmente, bem como operacionalmente e financeiramente..

Leia mais: Por que cadeias de suprimentos líquidas zero são a próxima grande oportunidade para os negócios

A descarbonização é uma oportunidade, não uma obrigação

tecnologia e as abordagens de captura de carbono estão ganhando força e financiamento. Como algumas das empresas mais bem-sucedidas do mundo se comprometem a usá-lo, agora é um momento oportuno para analisar o valor a longo prazo que ele oferece. No início de 2021, exploramos como a captura de carbono pode ser transformada em uma oportunidade comercial, além de ajudar com os compromissos climáticos. À medida que nos aproximamos de 2022, após a última Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas em Glasgow, acreditamos nisso mais do que nunca.

Leia mais: Como  a  remoção  de carbono  pode  agregar  valor  à sua  organização?

Proprietário masculino consertando bicicleta na oficina
(Chapter breaker)
3

Capítulo 3

Continue focando no propósito e em suas métricas

A criação de valor a longo prazo para uma gama mais ampla de stakeholders agora requer tanta demonstração de impacto quanto intenção.

As organizações usaram os últimos dois anos de turbulência induzida pela pandemia para dar outra olhada em seu propósito. Em muitos casos, isso levou ao reconhecimento de que as velhas formas de fazer as coisas não são mais viáveis. No entanto, também há o reconhecimento de que o que vem a seguir ainda é um trabalho em andamento.

Na EY, falamos há muito tempo sobre a construção de um mundo de negócios melhor e nosso foco na criação de  valor a longo prazo faz parte de nossos esforços contínuos para ajudar as empresas a desenvolver e rastrear o impacto de tais estratégias orientadas por um propósito . Ao longo de 2021, descobrimos novos dados e visões de investidores institucionais sobre como medir o impacto de seu propósito em termos do valor que ele é capaz de criar.

Aquilo que não se pode medir, não se pode melhorar

Para os líderes que acreditam que uma estratégia orientada por um propósito voltada para a criação de valor a longo prazo para todas as partes interessadas é a base de um negócio de sucesso, ainda falta uma coisa - um conjunto comum de padrões para se comparar. O presidente e CEO global da EY, Carmine Di Sibio, delineou 21 métricas essenciais que podem atuar como um trampolim para uma maior prosperidade.

Leia mais: Como métricas comuns podem impulsionar a criação de valor a longo prazo

Cinco áreas de foco para impulsionar a criação de valor sustentável

Há certas coisas em que todo negócio, seja qual for o setor, deve se concentrar se quiser ser sustentável e lucrativo a longo prazo. Após discussões com uma ampla gama de CEOs, identificamos cinco componentes críticos que são fundamentais para uma estratégia de crescimento orientada por um propósito: confiança, sustentabilidade, tecnologia, comércio e pessoas. Descubra como desenvolvê-los em sua empresa permitirá que você aproveite as vantagens competitivas que eles podem oferecer.

Leia mais: Se recuperando para ter um crescimento mais sustentável

Os investidores precisam de mais do que finanças

Os investidores institucionais continuam sendo parte integrante da transição para um futuro mais sustentável. Nosso 2021 EY Global Institutional Investor Survey revelou que os investidores estão cada vez mais valorizando fatores não financeiros, como o desempenho do ESG, quando se trata de suas estratégias de investimento e tomada de decisões. Embora reconheçamos que é necessária uma abordagem mais madura para medir tudo, desde energia verde até diversidade do conselho, identificamos algumas ações importantes a serem tomadas pelas empresas para garantir que seu propósito e ambições financeiras sejam complementar, não em conflito.

Leia mais: Seus dados ESG estão gerando valor a longo prazo?

Receba novos insights transformadores em 2022

Para identificar as marcas de transformações bem-sucedidas, a EY embarcou em uma série de projetos de pesquisa, cujos resultados serão publicados em 2022. Não se esqueça de receber atualizações sobre esses relatórios cadastrando-se em nosso boletim informativo Escolhas do editor.

Inscreva-se

Planeje um 2022 mais brilhante

Enquanto as reverberações da pandemia de COVID-19 continuaram ao longo de 2021, as vacinas, as novas tecnologias e o progresso nas mudanças climáticas mostraram que há muito o que ser positivo. As empresas que usam essa experiência para refletir, transformar e se comprometer com o crescimento orientado por um propósito devem estar bem posicionadas para capturar as vantagens em meio à incerteza que continuará ao longo de 2022. 

As transformações bem-sucedidas serão baseadas na implantação rápida da tecnologia, na implementação da inovação em escala e na colocação dos seres humanos no centro da tomada de decisões. Tudo isso deve ser sustentado por um compromisso com a sustentabilidade e um claro senso de propósito para entregar valor a longo prazo para as empresas e seus stakeholders.

Perceber essa ambição hoje exige uma abordagem radicalmente diferente para conectar estratégia, transações, transformação e tecnologia, onde o design e a entrega se informam a cada passo. Ao olharmos para 2022, como você se transformará para construir um mundo de negócios melhor?

Resumo

2022 será mais um ano de disrupções e incertezas.  Mas também de oportunidade: reimaginar o trabalho, reinventar a estratégia e remodelar os modelos de negócios para um mundo em constante mudança.  Para revelar e aproveitar essas oportunidades invisíveis anteriores, os líderes devem garantir que sua estratégia e planos de transformação sejam concebidos juntos, para que o design e a entrega se informem mutuamente em todas as etapas.  Eles devem incorporar a responsabilidade ambiental como um componente crítico de suas operações de negócios e reformular a sustentabilidade como uma oportunidade de inovação que gera valor. E eles devem colocar o propósito no centro de suas organizações, demonstrando isso medindo de forma tangível seu impacto em todos os stakeholders.

Sobre este artigo

Autores
Andrea Guerzoni

EY Global Vice Chair, Strategy and Transactions

Advising Boards and CEOs on transformational deals from strategy through to execution. Global Leader of Strategy and Transactions service line. Innovator and team player.

Errol Gardner

EY Global Vice Chair – Consulting

Helping clients embrace disruption to drive change. Passionate about inclusion and mentoring. Avid Manchester United fan.