EYU - Conteúdos Digitais

Vivemos em uma época de incertezas, em função da pandemia da COVID-19 . Diversas cidades do Brasil e do mundo estão em quarentena, e a recomendação dos governos e da Organização Mundial da Saúde (OMS) é para que as pessoas fiquem em casa. Foi pensando nisso – e alinhado com nosso propósito de construir um mundo de negócios melhor - que a EY está disponibilizando uma série de conteúdos para ajudar as pessoas ampliarem seus conhecimentos. Por meio da EYU – nossa premiada universidade corporativa, preparamos uma série de vídeos com diversos temas, e nas próximas semanas, vamos divulgar mais novidades. Aproveite!
 

Colaboração    


Rodrigo Orellana, da Ludici, fala sobre como a Era da Transformação está mudando o trabalho colaborativo nas empresas e como a comunicação pode ser uma ferramenta poderosa para trabalhar com perfis de liderança. Clique abaixo e assista o vídeo completo!

Saiba mais

E se não concordam com você?

Alguém já discordou de você em alguma apresentação, reunião ou em projeto? Como ser resistente e convencer a sua opinião diante deste  desafio? Confira dicas valiosas de André Yamaguchi, de Treinamentos Corporativos.

    Saiba mais

 

Mantenha a sua audiência interessada

Saber como manter uma audiência interessada é metade do caminho para uma apresentação de sucesso. Descubra o que o André Yamaguchi, de Treinamentos Corporativos, fala sobre o tema.

   Saiba mais

Consiga pequenos compromissos

Se comprometer é algo que acontece gradualmente. Um comprometimento da audiência é sempre mais eficaz quando você divide em pequenas partes. Isso é o que vamos conversar em nosso quarto vídeo. confira!   

    Saiba mais

 

Empresas ágeis

Chang Teh, sócio de PAS da EY,  e Douglas Monteiro, Gerente de Consulting, falam sobre como as empresas estão adotando a ideia de Pensamento Ágil, que é visto hoje como um novo paradigma para transformar a cultura organizacional e guiar a forma como as companhias trabalham e entregam valor. Clique abaixo e assista o vídeo completo!  

    Saiba mais