Comunicado de Imprensa

20 nov 2020 Lisbon, PT

Consultora vai contratar cerca de 170 jovens em 2021

Lisboa / 20 de Novembro de 2020. A EY Portugal prepara-se para integrar nos seus quadros, em 2021, cerca de 170 jovens, com diversos backgrounds académicos, de áreas como a Economia, a Gestão, a Ciência, a Tecnologia, a Engenharia e a Matemática.

Contacto de imprensa
EY Portugal

Firma de serviços profissionais multidisciplinares

Lisboa, 20 de novembro de 2020 - A EY Portugal prepara-se para integrar nos seus quadros, em 2021, cerca de 170 jovens, com diversos backgrounds académicos, de áreas como a Economia, a Gestão, a Ciência, a Tecnologia, a Engenharia e a Matemática.

  • Recentemente, a consultora já integrara 130 jovens de uma forma 100% digital.
  • O processo durou quatro dias, envolveu 46 oradores, 32 horas de transmissão, através de três plataformas, com 130 pessoas permanentemente online, 700 boxes com almoço e lanche distribuídas de Bragança a Faro.
  • Ainda que de forma mista, mesmo que continue a haver algumas etapas presenciais, este é um formato que a EY quer manter no futuro.
  • Ao todo, nos últimos quatros anos e já contando com as integrações em 2021, a EY irá ultrapassar as 1000 contratações de jovens universitários.

Este processo de recrutamento já começou e tem como finalidade conhecer e avaliar um conjunto alargado de estudantes, de uma forma rápida, mas sem abdicar do rigor, da profundidade e da exigência dessa mesma avaliação.

O ano 2020, que está a ser de adaptação e mudança, é exemplo disso. A transformação digital do processo de atração e avaliação do Talento na EY, tornou o recrutamento de 3.200 candidatos mais seletivo em cada uma das suas fases, permitindo recrutar os melhores e mais rapidamente.

Numa altura em que taxa de desemprego jovem dispara, a EY continuou e continua a contratar e, apesar das limitações impostas pela pandemia, conseguiu integrar 130 jovens, altamente qualificados, de uma forma 100% digital.

Além de ser uma empresa que contrata, em contraciclo com o mercado, pela primeira vez, o processo de integração e de acolhimento foi completamente digital. Durou quatro dias, envolveu 46 oradores, 32 horas de transmissão, através de três plataformas, com 130 pessoas permanentemente online, 700 boxes com almoço e lanche distribuídas de Bragança a Faro, entregues em casa dos recém-contratados.

O recrutamento de recém-licenciados para a EY, que acontece em dois momentos do ano, foi ajustado à realidade da Covid-19. A consultora adaptou-se, inovou e, em vez de o processo se realizar num habitual hotel, o Induction EY de setembro de 2020 decorreu totalmente à distância.

"Ainda que de forma mista, admitindo que continue a haver algumas etapas presenciais, este é um formato que queremos manter no futuro. O digital é um processo mais ágil, mais rápido e não é sinónimo de perda de relação humana. Mesmo de forma digital, os contratados conseguiram criar ligações e fazer networking entre eles", garante Teresa Freitas, Talent Director da EY.

Também o Induction de janeiro de 2021, por isso, "não abdicará do digital", assegura Teresa Freitas. "A vertente presencial, contudo, dependerá da evolução da pandemia", acrescenta.

Ao longo dos próximos meses e, tendo por base a estratégia em Attract Exceptional and Diverse People, a EY irá identificar os melhores e mais diversificados talentos do país. Em 2020, por exemplo, já 20% dos recéns-graduados contratados pela EY são das chamadas áreas STEM – Science, Technology, Engineering and Mathematics (Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática), percentagem que tem vindo a aumentar nos últimos anos.

Com as futuras integrações, em janeiro e setembro de 2021, a EY irá ultrapassar as 1000 contratações de jovens universitários, nos últimos quatro anos. O perfil dos candidatos é sempre o mesmo: sucesso académico aliado a um conjunto robusto de competências pessoais.

Para saber mais informações, contacte: José Aguiar

José Aguiar

Sobre a EY

A EY é líder global em auditoria, fiscalidade, transações e consultoria. O conhecimento que detemos e a qualidade do serviço que prestamos contribuem para aumentar a confiança nos mercados de capitais e nas economias em todo o mundo. Desenvolvemos líderes destacados que trabalham em equipa para corresponderem às expetativas de todas as nossas partes interessadas. Assim desempenhamos um papel crítico na construção de um melhor mundo de negócios para as nossas pessoas, para os nossos clientes e para as comunidades em que nos inserimos.

EY refere-se à organização global, e pode referir-se a uma ou mais firmas-membro da Ernst & Young Global Limited, cada uma das quais uma entidade juridicamente distinta. A Ernst & Young Global Limited, firma sedeada no Reino Unido, limitada por garantia, não presta serviços a clientes. 

Para mais informação sobre a nossa organização, por favor visite ey.com.