Comunicado de Imprensa

18 mar 2021 Lisbon, PT

Estão escolhidos os cinco finalistas ao Prémio EY Entrepreneur Of The Year Portugal

O primeiro passo está dado, a primeira decisão está tomada. O júri da 8ª edição do EY Entrepreneur of the Year já escolheu os cinco candidatos ao prémio em Portugal.

Contacto de imprensa
EY Portugal

Firma de serviços profissionais multidisciplinares

  • Espírito empreendedor, desempenho financeiro, estratégia, impacto nacional e global, inovação e integridade pessoal pesaram na decisão do júri.
  • António Carlos Rodrigues (Casais), Guy Villax (Hovione), Carlos Mendes Gonçalves (Mendes Gonçalves), António Oliveira (OLI – Sistemas Sanitários) e Rupert Symington (Symington Family Estates) estão na fase final da competição.
  • O vencedor será conhecido a 12 de abril de 2021 e representará Portugal no World Entrepreneur of the Year, em junho.

Lisboa, 18 de março de 2021. O primeiro passo está dado, a primeira decisão está tomada. O júri da 8ª edição do EY Entrepreneur of the Year já escolheu os cinco candidatos ao prémio em Portugal.

António Carlos Rodrigues (Grupo Casais), Guy Villax (Grupo Hovione), Carlos Mendes Gonçalves (Casa Mendes Gonçalves), António Oliveira (OLI – Sistemas Sanitários) e Rupert Symington (Symington Family Estates) são os finalistas deste prémio que distingue os melhores e mais relevantes exemplos de empreendedorismo, a partir de critérios como a criatividade, a visão empresarial ou o sucesso alcançado. O vencedor será conhecido a 12 de abril de 2021 e representará Portugal no World Entrepreneur of the Year, a ter lugar em junho próximo.

Estes empreendedores não representam start-ups, empresas novas ou em fase de arranque. Pelo contrário. Dão a cara por negócios já consolidados e com anos de história para contar, e distinguem-se pela sua capacidade de identificar oportunidades, pela forma como constroem e lideram equipas com vista a um objetivo comum, pela sua resiliência perante as adversidades. Mas não só. Para o seu reconhecimento nesta competição da EY conta também a sua capacidade de partilhar o sucesso com a comunidade, liderando ou apoiando causas que estendem a criação de valor muito além da sua atividade empresarial.

Esta edição tinha novamente um forte lote de candidatos, mas também tínhamos um júri com forte experiência e capacidade de decisão, pelo que se chegou rapidamente a consenso sobre quem deveriam ser os finalistas.
António Gomes Mota
Presidente do júri e Presidente do Instituto Português de Corporate Governance (IPCG)

Para as decisões agora anunciadas, o júri desta edição – presidido por António Gomes Mota e composto ainda por Clara Raposo, Presidente do Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG), Isabel Ucha, CEO da Euronext Lisbon, Vera Pinto Pereira, CEO da EDP Comercial e da EDP Soluções Comerciais, António Amorim, Presidente da Corticeira Amorim, Steven Braekveldt, CEO da AGEAS Portugal e Vasco Antunes Pereira, CEO da Lusíadas Saúde – considerou o percurso profissional dos candidatos, avaliando seis parâmetros distintos: espírito empreendedor, desempenho financeiro, estratégia, impacto nacional e global, inovação e integridade pessoal.

João Alves, Country Managing Partner da EY Portugal, mostra-se satisfeito com a escolha: “Temos a preocupação de escolher um júri diversificado, composto por pessoas experientes e que conjuguem a perspetiva da academia e de diferentes setores de atividade. Com base neste princípio, e privilegiando a total independência dos jurados, garantimos sempre as decisões certas e os melhores finalistas”. O EY Entrepreneur of the Year volta assim a reconhecer empreendedores que são essenciais para o crescimento económico do pais. Não só pela sua capacidade de transformar ideias em negócios, mas também por serem capazes de promover inovação, criar emprego e gerar impacto social.

Para saber mais informações, contacte: Telma Franco

Telma Franco

Sobre o Entrepreneur Of The Year

O Prémio EY Entrepreneur Of The Year foi criado nos Estados Unidos da América, em 1986, com o objetivo de reconhecer e incentivar os Empreendedores que se distinguem pela criatividade, pelo investimento pessoal num projeto de empresa, pela visão e pelo sucesso alcançado.
Desde então, o programa foi sendo estendido a todos os continentes, conquistando um sucesso e um reconhecimento sempre crescentes. Líderes como Jeff Bezos, da Amazon, Howard Schultz, da Starbucks, Michael Dell, da Dell Computer Corporation, e Guy Laliberté, fundador do Cirque du Soleil, já foram vencedores do galardão.
Em Portugal o EoY conta já com oito edições, com centenas de candidatos entre os melhores empreendedores do
País e um quadro de vencedores constituído por: Belmiro de Azevedo (Grupo Sonae), Carlos e Jorge Martins (Grupo Martifer), Carlos Moreira da Silva (BA Glass), Dionísio Pestana (Grupo Pestana), Manuel Alfredo de Mello (Nutrinveste), Bento Correia e Miguel Leitmann (Vision-Box) e António Amorim (Corticeira Amorim).

Sobre a EY

A EY é líder global em auditoria, assessoria fiscal, assessoria de transações e assessoria de gestão. Os insights e serviços de qualidade que prestamos ajudam a credibilizar e a construir confiança nos mercados de capitais e em economias de todo o mundo. Desenvolvemos líderes e equipas que trabalham para cumprir as expectativas dos nossos stakeholders. Assim, temos um papel importante na construção de um melhor mundo de negócios para os nossos colaboradores, os nossos clientes e as comunidades em que nos inserimos. EY refere-se à organização global de firmas relacionadas com a Ernst & Young Global Limited, cada uma das quais é uma entidade legal separada. A Ernst & Young Global Limited, baseada no Reino Unido, não presta serviços a clientes. Para mais informações sobre nossa organização, visite www.ey.com.