Case Study
Quanto melhor a pergunta. Melhor a resposta. Melhor se torna o mundo de negócios.
Case Study

Estudo de caso: Como a tecnologia inteligente ajudou a Fiserv a acelerar a estratégia de M&A

Fusões multibilionárias estão repletas de complexidade, mas as plataformas digitais inteligentes podem acelerar a estratégia de negócios desde o design até a entrega.

Sorridente jovem mulher asiática compras on-line com celular
(Chapter breaker)
1

Quanto melhor a pergunta

Como você mescla dois players de serviços financeiros?

A consolidação do mercado traz escala e inovação ao simplificar os pagamentos on-line.

As Fintechs especializadas em soluções de pagamento on-line têm sido um suporte essencial para bancos, cooperativas de crédito e empresas. Mas eles tendem a criar domínio em um elo da cadeia de transações de pagamento financeiro. Até um ano atrás, a First Data, uma adquirente comercial global, operava em cerca de 100 países, fornecendo soluções de ponto de venda e pagamento on-line para grandes e pequenos negócios. A Fiserv foi uma das principais processadoras de contas dos EUA para bancos, com mais de 37% da participação de mercado dos EUA nos anos anteriores à fusão. 1 Com receitas combinadas de US$13 bilhões, essas empresas cresceram organicamente e por meio de aquisições para desenvolver suas ofertas em toda a cadeia de processamento de pagamentos. Eles desenvolveram recursos em gerenciamento de risco e emissão de crédito e dívida. A questão era: eles poderiam ser fundidos para liberar valor adicional, fornecer um melhor serviço aos clientes e acelerar seu crescimento como um ativo integrado?

Os líderes da Fiserv e da First Data estavam convencidos de que suas empresas seriam mais fortes juntas, fornecendo a seus clientes uma solução de pagamento holística. A lógica subjacente ao negócio - um conjunto de recursos complementares e clientes complementares - era atraente no papel. Mas enxertar duas empresas complexas em aquisição de valor empresarial de US$40 bilhões com mais de 45.000 funcionários é uma tarefa notoriamente difícil. Além disso, a Fiserv assumiu um compromisso externo de alcançar US $900 milhões em sinergias de custos e US $500 milhões em sinergias de receita nos primeiros cinco anos após o fechamento da transação. A conquista dessas sinergias seria essencial para o sucesso do negócio, já que a empresa anunciou que investiria mais US$500 milhões em uma ambiciosa agenda de crescimento e inovação.

A liderança e a capacitação do programa de sinergia recaíram em grande parte sobre a organização financeira da Fiserv, que foi encarregada de liderar esse esforço. Documentar e reunir dezenas e dezenas de iniciativas de sinergia de custo e receita em um ritmo mensal estruturado e repetível, onde o progresso podia ser monitorado e medido, não era tarefa fácil. Chris Dichiara, vice-presidente e chefe de planejamento e análise financeira da Fiserv, foi convidado a liderar este programa para a empresa. Então, como essas duas empresas poderiam aproveitar a tecnologia para realizar os benefícios financeiros e a visão conjunta dessa fusão transformacional?

Vista Aérea de Chicago
(Chapter breaker)
2

Melhor a resposta

Um único objetivo, possibilitado por uma plataforma digital avançada

Consolidar vários pontos de dados levaria anos sem a EY Capital Edge.

“No início da fusão, tentei usar o Excel”, lembra Chris Dichiara. “Mas juntar centenas de arquivos do Excel, descobrir o que estava acontecendo em cada uma das centenas de iniciativas, obter visibilidade sobre o processo — fluxos de trabalho, dados financeiros, roteiros, marcos — não funcionou tão bem.”

A equipe da EY que liderou a integração pós-fusão recomendou sua plataforma digital de ponta a ponta, EY Capital Edge, para trazer toda essa complexidade em uma solução simplificada. A Fiserv foi capaz de adaptar totalmente a ferramenta EY Capital Edge para melhor atender às suas necessidades. A ferramenta forneceu um pacote mensal que forneceu todos os relatórios e insights necessários para manter a nova organização no caminho certo para atingir suas metas de sinergia e executar a estratégia geral de M&A. A plataforma manteve todos - desde os proprietários individuais da iniciativa até a equipe de liderança executiva da Fiserv - alinhados, forneceu visibilidade instantânea em todo o processo e garantiu que todos estivessem falando dos mesmos números: trouxe eficiência ao caos.

“A EY Capital Edge era fluida, flexível, baseada na nuvem e de fácil acesso”, diz Dichiara. “Trazer a EY e a EY Capital Edge para ajudar a organizar o processo realmente acelerou o negócio. Temos mais de 100 pessoas na plataforma hoje: todas as nossas equipes a usam. Vejo os mesmos dados sendo usados em uma de nossas unidades de negócios.”

Uma fusão desse porte, abrangendo centenas de soluções, milhões de clientes e bilhões de pontos de dados, requer “todo um esforço organizacional”, diz Dichiara. A equipe da EY esteve “lá na semana seguinte”, montando o processo, instituindo controles e “sendo inovadora na forma como estavam pensando”, diz. “Eles construíram conexões internamente conosco e foram extremamente flexíveis... ajudando-nos a usar a ferramenta Capital Edge e realmente integrá-la em nossos processos de planejamento financeiro e orçamento existentes.” A organização da EY fez mais do que fornecer uma solução digital flexível: eles ficaram sob a pele da empresa, trazendo uma ampla gama de experiências onde era necessário, ajudando a cumprir a estratégia.

O ponto crítico que Dichiara pessoalmente estava tendo era absoluta confiança nas finanças. "Não tínhamos espaço para erros", diz ele, "e usando a EY Capital Edge… me deu 100% de conforto ao assinar os números."

A empresa recém combinada, agora chamada Fiserv, já está superando suas metas iniciais. Dentro de 8 meses após o fechamento do negócio, a meta de sinergia de custos de US $900 milhões foi aumentada para US $1,2 bilhão e, do lado da receita, “já aumentamos essa meta para US $600 milhões”, diz Dichiara. Com a ajuda da EY Capital Edge, a Fiserv está no caminho certo para alcançar todos os seus compromissos externos e, o mais importante, como reflete Dichiara, “a integração se uniu de uma forma que estamos ganhando nos escritórios de [nossos] clientes”.

A Fiserv oferece recursos de vendas cruzadas de forma eficiente para seus clientes, fornecendo uma solução de pagamento descomplicada e integrada globalmente que está agregando valor adicional aos seus clientes.

Terminal de pagamento sem contato com proteção contra espirros para COVID-19
(Chapter breaker)
3

Melhor o mundo funciona

Uma solução de pagamento holística, apoiada por uma única plataforma de tecnologia

A EY Capital Edge ajudou a acelerar essa fusão e continua apoiando a estratégia

Chris Dichiara está ciente que a EY Capital Edge acelerou e simplificou o processo de fusão entre First Data e Fiserv: foi "certamente fundamental para nos ajudar a executar o negócio". Mas mesmo após o negócio ter sido feito, a ferramenta é um auxílio inestimável para administrar a nova empresa. "Levamos nossas hierarquias financeiras, nossas estruturas de negócios, nossas estruturas funcionais e as colocamos na ferramenta", diz ele. "Vinculamos isso ao nosso sistema ERP e..., dezoito meses após o negócio, nossos planos de execução estão funcionando. Está incorporado a tudo o que fazemos, de um lado financeiro, mas também de um lado comercial, e ela realmente se tornou parte da arquitetura financeira da empresa."

A EY Capital Edge era fluida, flexível, baseada na nuvem e de fácil acesso. Trazer as equipes da EY e da EY Capital Edge para ajudar a organizar o processo realmente acelerou o negócio.
Chris Dichiara
Vice-presidente e chefe de planejamento e análise financeira, Fiserv

Uma plataforma líder que pode ser flexível para acomodar as estruturas e sistemas financeiros, comerciais e de ERP de uma empresa pode continuar a fornecer valor após a fusão, não apenas para a empresa, mas também para seus clientes. A história começa com uma estratégia ousada, mas ganha vida por meio de uma execução bem-sucedida.

Entre em contato

Quer mais informações de como podemos te ajudar? Mande sua mensagem!