5 Minutos de leitura 30 abr 2020
Mulher no ponto de vista da cratera de meteoros

Cinco coisas que podemos aprender com os empreendedores que estão enfrentando a pandemia da COVID-19

Por Stasia Mitchell

Líder Global da EY para Empreendedorismo

Ajudando os empreendedores a se conectar, contribuindo com seus negócios e tornando o mundo melhor. Forte defensora de empresas de mulheres e de mulheres líderes de negócios.

5 Minutos de leitura 30 abr 2020

Nossa comunidade empreendedora está se organizando para enfrentar os desafios da pandemia da COVID-19 de uma maneira notável.

Eu me senti inspirada nas extraordinárias histórias de nossos Alumni no EY World Entrepreneur Of The Year™, que mostram a ambição desses empreendedores em fazer a diferença nas suas comunidades. As suas ações me trouxeram esperança. Estes empreendedores estão liderando o caminho para construir um mundo de negócios melhor, e eles fornecem exemplos práticos que outros empreendedores podem seguir. Estas são cinco coisas que eu acredito que podemos aprender com eles:

1. Ter uma mentalidade ágil ajuda a atender às mudanças de demanda

Em um tempo de incertezas, a agilidade é um fator chave para a continuidade aos negócios. Os Alumni do EY World Entrepreneur Of The Year no setor da saúde estão respondendo à pandemia com uma velocidade de tirar o fôlego. Louis Roy, o Presidente do Grupo OPTEL e vencedor do Empreendedor do Ano no Canadá em 2017, tem sido rápido para enfrentar o problema dos falsos kits de teste e vacinas COVID-19. A OPTEL usa tecnologia para ajudar a prevenir a falsificação de produtos farmacêuticos e dispositivos médicos. Em apenas algumas semanas, eles desenvolveram um aplicativo móvel para autenticar digitalmente os kits de teste e vacinas relacionados ao COVID-19 antes desses itens serem administrados ao público. Roy diz: "O primeiro passo é reagir, e você precisa ser muito rápido e ágil". Depois, o segundo passo é pensar 'O que eu posso fazer para melhorar a minha chance de sobreviver no mercado?'.

O primeiro passo é reagir, e você precisa ser muito rápido e ágil Depois, o segundo passo é pensar: O que eu posso fazer para melhorar a minha chance de sobreviver no mercado?
Louis Roy
Presidente do Grupo OPTEL e vencedor do Empreendedor do Ano™ no Canadá em 2017.

Na China, o presidente da Neusoft Corp e também vencedor regional do programa, Dr. Liu Jiren, doou dois conjuntos de máquinas de tomografia computadorizada para hospitais em Wuhan e liderou sua equipe no desenvolvimento da NeuThor Container CT, para triagem e rastreamento de uma nova forma de pneumonia de coronavírus na China. A empresa levou apenas sete dias para isso. "O equipamento pode diagnosticar rapidamente usando computação e inteligência artificial (AI) reduzindo o contato entre médicos e pacientes e evitando infecções cruzadas", diz o Dr. Liu. A Neusoft também lançou terminais inteligentes chamados de "cinco guerreiros guardiões contra a epidemia". Desde o surgimento da COVID-19, a Neusoft tem usado inovações de software e tecnologias de TI para lutar contra a COVID-19.

2. A boa comunicação é vital, assim como o compartilhamento de conhecimento.

Tanto os empresários como os funcionários estão à procura de tranquilidade e orientação nestes tempos inquietantes. Brad Keywell, o fundador e CEO da Uptake  e o vencedor do EY World Entrepreneur Of The Year™ de 2019, está doando  gratuitamente o software de manutenção da sua empresa, habilitado para AI, para operadores de frotas que transportam alimentos e suprimentos médicos, para manter as cadeias de suprimentos funcionando sem problemas durante a pandemia.

Simon Rogerson, juntamente com Chris Hulatt, co-fundou o Octopus Group, e eles foram os vencedores do Empreendedor do Ano™ na Inglaterra em 2018. Rogerson escreveu um diário detalhando como é a vida para um CEO em meio a pandemia da COVID-19. É um relato útil dos erros que ele sente que cometeu e do que ele acredita ter acertado. Rogerson encoraja que empresas grandes se conectem com empresas menores: "Ajude essas empresas com a tecnologia necessária para trabalharem de maneira eficaz a partir de casa - realize webinars para elas, dê acesso às suas equipes de TI e dê apoio mesmo se não pedirem."

3. Tomar decisões difíceis rapidamente é a chave para a sobrevivência

As restrições de bloqueio estão forçando muitas empresas a fecharem as portas e a dispensarem os funcionários. No entanto, a capacidade de agir rapidamente em qualquer situação difícil é fundamental. Francesca Webster, CEO e Fundadora da Brazilian Beauty e finalista do Empreendedor do Ano™ da Australia em 2012, é um grande exemplo disso. Webster teve que fechar 21 de seus salões de beleza e demitir 140 funcionários. Sem se intimidar,  ela liderou o resto de sua equipe para começar a produzir um higienizador de mãos em seu negócio de fabricação de produtos de beleza, o Australian Skin Institute, permitindo que ela mantivesse alguns de seus funcionários e resolvesse a enorme escassez de produtos. Ela espera recontratar mais funcionários à medida que a produção aumenta e quer encorajar outros proprietários de negócios a serem inovadores também. "Quando a vida te dá limões, o que você faz? - você faz margaritas", diz Webster.

Sean Sheehan é CEO da Wisetek e finalista do Empreendedor do Ano™ 2013 na Irlanda. A Wisetek é especializada na reciclagem de laptops, mas a empresa estava operando com apenas 50% da sua capacidade após a implementação de restrições por causa da pandemia. Assim, a Wisetek redirecionou uma das suas linhas de produção para fazer respiradores para hospitais na Irlanda, e agora é capaz de produzir 50 respiradores por dia. "Temos muito orgulho de poder realizar um projeto como este", diz Sheehan.

4. A paixão dos empreendedores pelo propósito faz um mundo melhor para todos nós

Ao se prontificarem para ajudar o próximo, os empreendedores demonstram uma generosidade de espírito e uma ambição de fazer a diferença em suas comunidades. Remo Ruffini é o Presidente e CEO da marca de moda ready-to-wear Moncler foi o Empreendedor do Ano de 2018 da Itália™. Ele se comprometeu a doar $10,9 milhões para ajudar na construção de um hospital em Milão. A instalação de 270.000 metros quadrados vai contar com mais de 400 leitos de cuidados intensivos para pacientes com coronavírus. Ruffini ficou comovido com a situação de uma cidade que ele ama. "Milão é uma cidade que dá a todas as pessoas momentos extraordinários. Não podemos e não devemos abandoná-la", diz ele.

5. É sempre um bom momento para priorizar a segurança e o bem-estar de sua equipe.

Esta pandemia é um lembrete de que as pessoas são o maior ativo de qualquer organização e que o seu negócio depende do bem-estar de seus funcionários. Na Índia, Uday Kotak, o CEO do Kotak Mahindra Bank e vencedor do EY World Entrepreneur Of The Year™ de 2014, está trabalhando para garantir a segurança de seus funcionários. Trabalhar em casa tem sido estimulado sempre que possível e o time de Uday se ofereceu para pagar o custo dos testes COVID-19 a todos os 60.000 funcionários do banco ou de qualquer familiar  que precise fazer o teste.

(As opiniões de terceiros expostas nesta publicação não são necessariamente as opiniões da organização global EY ou de suas firmas-membro. Além disso, elas devem ser vistas no contexto da época em que foram feitas. )

Estamos transformando o EY World Entrepreneur Of The Year™ 2020

Estamos entusiasmados por trabalhar em colaboração com o CNBC Catalyst para transformar o EY World Entrepreneur Of The Year™ 2020 em uma experiência virtual. Junte-se a nós para a estreia mundial na quinta-feira, 4 de Junho, às 20:00 CEST.

 

Para mais detalhes, por favor, fale com o seu contato local da EY ou nos envie um e-mail usando o formulário abaixo.

world.eoy@delegate.com

Resumo

Em meio a uma pandemia global, precisamos mais do que nunca da energia, paixão e determinação dos empreendedores. Agilidade, comunicação eficaz, tomada de decisões rápidas, paixão por um propósito e um foco na proteção das suas equipes, levam os empreendedores a enfrentar os desafios que surgiram com a COVID-19. Essas qualidades podem nos guiar através do que acontece agora, no futuro e o que vier depois disso.

Sobre este artigo

Por Stasia Mitchell

Líder Global da EY para Empreendedorismo

Ajudando os empreendedores a se conectar, contribuindo com seus negócios e tornando o mundo melhor. Forte defensora de empresas de mulheres e de mulheres líderes de negócios.