Como a Agenda de Integridade une intenções, ações e medidas

Assistir Vídeo
7 Minutos de leitura 23 jul 2018
7 Minutos de leitura 23 jul 2018

Mostrar recursos

A Agenda de Integridade é um marco de quatro elementos centrais que alinham as ações de um indivíduo com os objetivos de uma organização.

As intenções anunciadas de uma organização podem ser claras: políticas e códigos de conduta estão em vigor e os líderes seniores demonstram compromisso por meio de comunicações formais e informais. No entanto, recentes escândalos de alto nível nas grandes corporações mostram que a conduta aberracional dos executivos persistiu e passou despercebida por longos períodos de tempo.

Quando a má conduta finalmente apareceu publicamente, investigações caras surgiram, multas foram montadas e indivíduos foram processados, enquanto as capitalizações de mercado diminuíram. Para fechar a lacuna entre a intenção e a realidade, as organizações devem concentrar seus esforços na melhoria da eficácia de seus programas de conformidade, avaliando a cultura corporativa, os controles e a governança sob uma perspectiva de integridade, alavancando novas tecnologias para fornecer melhores insights de dados.

A importância da integridade

A integridade é a pedra angular do sucesso. Os resultados da nossa mais recente Pesquisa Global de Fraude sugerem que os benefícios de demonstrar a integridade organizacional vão além da evasão de multas e podem realmente melhorar o desempenho do negócio. Os entrevistados da pesquisa sentiram que a percepção do cliente, a percepção do público, o recrutamento e a retenção de funcionários eram considerados benefícios mais importantes do que evitar o escrutínio e as penalidades.

integrity agenda v2

Resumo

A Agenda de Integridade ajuda as organizações a preencher a lacuna entre intenções e comportamentos. É uma estrutura para o sucesso construída sobre um conjunto central de quatro elementos que alinham as ações de um indivíduo com os objetivos de uma organização. Ela permite que as organizações bem-sucedidas permaneçam fiéis às suas missões, cumpram suas promessas, respeitem as leis e normas éticas e promovam a confiança pública no sistema de livre iniciativa.